20 de agosto de 2014

ATENÇÃO, AGENTES DE SAÚDE! VENHA PARA MAIS UM DIA DE LUTA PELO PISO NA CÂMARA DE VEREADORES




Convocamos os colegas para hoje dia 20/08 a partir das 14h, estaremos novamente na Câmara de Vereadores para pressionar e cobrar a vinda do nosso recurso para o pagamento do piso. Desde a última segunda-feira que a AACES faz campanha na Casa do Povo e pede o cumprimento da Lei 12.994, que institui o piso nacional dos agentes de saúde em R$1.014,00. Portanto, você que é de luta venha engrossar esse caldo, unindo-se à AACES nessa batalha. Pois, unidos somos fortes. 


19 de agosto de 2014

DOAÇÃO DE SANGUE URGENTE!

A colega Clisvalsia Braga da Cruz será submetida a uma cirurgia no Hospital Santa Isabel. Por causa disso, necessita urgentemente de 4 doadores, do tipo O ou B +. Os voluntários devem se dirigir ao STS, na rua do Limoeiro, no.179 - Nazaré. O atendimento é de segunda a sexta, das 7h às 13h
Quem doa sangue doa vida.


Beto Albuquerque será vice na chapa de Marina Silva

Eduardo Campos, Beto e Marina

















O deputado Beto Albuquerque (PSB) será o candidato a vice-presidente na chapa de 
Marina Silva. A Rede Sustentabilidade, de Marina, já foi avisada pela cúpula do PSB
 e concordou com a escolha. Outras duas fontes do PSB de Pernambuco confirmam 
que o diretório estadual do partido está de acordo.
Líder do partido na Câmara, ele era um dos aliados mais próximos de Eduardo Campos,
 que morreu de acidente aéreo dia 13. O anúncio deverá ser feito nesta quarta-feira,
 dia 20, em Brasília.
Fonte: Folha on line

GRITO DE GUERRA EM PRO DO PISO NACIONAL DOS AGENTES DE SAÙDE É LANÇADO EM SALVADOR

"Chega de miséria e de humilhação, piso nacional para valorização". Com esse grito de guerra a AACES (Associação dos Agentes Comunitários e Endemias de Salvador) o SINDSEPS, e um grupo de agentes de saúde deram continuidade a uma serie de atividades pela implantação do piso nacional dos agentes de saúde, desta vez o local escolhido foi a Câmara de Vereadores de Salvador. "O objetivo é buscar o apoio dos vereadores e sensibilizar o prefeito para que possa antecipar o salário dos agentes de saude uma vez que o repasse da união deverá ser feita de forma retroativa visto que a lei 12.994/2014 entrou em vigor em 17 de junho", disse Enadio Careca, então presidente da AACES e diretor do SINDSEPS."Essa é uma luta nacional pois o repasse do Governo Federal ainda não foi concretizado na maioria dos estados e municipios, presidenta Dilma mande o repasse", completou Enádio.
                                                       AACES (na camâra de vereadores de Salvador)
De forma espontânea surge um novo grito de guerra, dessa vez em pró do piso nacional.

CONVOCAÇÃO: AGORA É HORA DE UNIÃO E LUTA PELO PISO NACIONAL. HOJE, 19/08 , ÀS 14H, NA CÂMARA DE VEREADORES, A LUTA CONTINUA


Ontem a direção e delegados da AACES e Sindseps fizeram uma manifestação na Câmara de Vereadores de Salvador, exigindo o pagamento do piso nacional. Num movimento pacífico e ordeiro, conseguimos atingir nosso objetivo quando todos os vereadores presentes ficaram sabendo do nosso pleito.

Agora é hora de união e luta! O piso nacional é nosso,  por isso unidos somos mais fortes. Em todas as batalhas existem etapas, e a pressão começou ontem no Poder Legislativo. Sabemos que o repasse da União ainda não foi feito, mas não é por isso que vamos ficar parados, então a câmara de vereadores será palco da nossa batalha em busca do piso nacional dos agentes de saúde, sancionado pela lei 12.994. Se o entrave para o não pagamento é a vontade politica dos poderes executivos nacional e municipal, encontramos o local e o fórum perfeitos para pressioná-los, porque lá existem aliados da presidente Dilma que podem pressioná-la para a regulamentação do decreto, criando o repasse da união, como também os aliados do prefeito ACM Neto que com certeza o recado foi dado.


Temos que agir com a razão, organização e não com emoção, por isso  hoje, 19 de Agosto, a  partir  das 14h, estaremos novamente na Câmara de Vereadores lutando pelo piso nacional, e você, agente comunitário e de combate às endemias que é de luta, não pode ficar de fora; venha para luta, o piso é nosso como as batalhas também é de todos.



Vejam outras fotos clicando em mais informações a baixo:

AGENTES DE SAÚDE COBRAM PISO SALARIAL NACIONAL NA CÂMARA DE VEREADORES

Vereadora Fabíola Mansur


Lei do piso nacional da categoria foi sancionada pela presidente Dilma, que não repassou os recursos previstos
Reginaldo Ipê
Um grupo de agentes de saúde acompanhou a sessão ordinária da Câmara Municipal de Salvador na segunda-feira (18), cobrando o piso nacional da categoria, R$1.014. Frisando que recebem apenas R$692 para uma jornada de 40 horas semanais, portanto inferior ao salário mínimo, os trabalhadores protestaram: “Chega de tristeza e de humilhação, piso nacional para a valorização”.

A categoria, formada por aproximadamente 3.800 profissionais, cobra o repasse da verba do governo federal para viabilizar o piso nacional, conforme a Lei 12.994, de 17 de junho de 2014, sancionada pela presidente Dilma Rousseff. A legislação deixa claro que “Compete à União prestar assistência financeira complementar aos Estados, ao Distrito Federal e aos Municípios, para o cumprimento do piso salarial de que trata o art. 9o-A desta Lei”.
Vereadora Aladilce

Lei em desuso
O vereador Leo Prates (DEM), vice-líder do prefeito na Casa, se manifestou em solidariedade aos agentes e condenou o governo federal por não repassar a verba destinada ao cumprimento do piso. “A lei foi sancionada por Dilma, mas ela não repassa a dotação financeira para o Município. É mais uma lei em desuso”, criticou.
Já a vereadora Aladilce Souza (PCdoB) disse que a luta dos agentes é antiga e classificou como um absurdo eles receberem menos que o salário mínimo: “É preciso que o governo federal cumpra com os compromissos de aporte de recursos para o pagamento do piso, mas a prefeitura também precisa atender as reivindicações da categoria, para resgatar uma dívida antiga que tem com esses bravos trabalhadores”. O vereador Almir Barreto (Pros) também se solidarizou com os agentes.

Pedindo Piso nacional já! AACES e Sindseps fazem manifestação na câmara de vereadores ontem

18 de agosto de 2014

Datafolha: Marina supera Aécio e vence Dilma em eventual segundo turno


Datafolha: Marina supera Aécio e vence Dilma em eventual segundo turno
Foto: Ag. Haack
Pesquisa Datafolha divulgada na madrugada desta segunda-feira (18), já colocando Marina Silva como candidata do PSB à Presidência da República, mostra que a ex-ministra entra no páreo com 21% das intenções de voto no 1º turno, um ponto à frente de Aécio Neves (PSDB), que tem 20%. A situação apontada pelo levantamento configura empate técnico. A presidente Dilma Rousseff (PT) lidera com 36%, segundo a sondagem. De acordo com o Datafolha, a entrada de Marina Silva na disputa afasta a chance de a eleição ser decidida no primeiro turno. As intenções de voto nulo ou em branco, que eram de 13%, caem com a entrada de Marina. A taxa recua para 8%. O percentual de indecisos, que era de 14%, cai para 9%. Na simulação de segundo turno, Marina supreende e tem 47% das intenções de voto, contra 43% da atual presidente. Contra Aécio, Dilma venceria o segundo turno por 47% a 39%. Na pesquisa de julho, o cenário era de 44% a 40%, ou seja, empate técnico. O Datafolha ouviu 2.843 eleitores em 176 municípios nos dias 14 e 15 de agosto. O registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) é de nº BR-00386/2014.

Bahianotícias


17 de agosto de 2014

Erundina diz estar à disposição do PSB para eleição


Erundina diz estar à disposição do PSB para eleição
Foto: Viola Jr. / Câmara dos Deputados
A deputada Luiza Erundina (PSB-SP), nome cotado para a vice-presidência na nova candidatura do partido após a morte de Eduardo Campos, afirmou que se coloca à disposição do partido para o que for preciso. "Não reivindico a indicação, mas me coloco à disposição, pois pela experiência que tenho me sobra responsabilidade", disse ela, que participa do velório de Campos em Recife. Indagada se aceitaria participar como vice-presidente na nova chapa, ela diz que "não é assim tão simples". "Não sou eu que aceito ou me nego a aceitar. É o que é bom para o partido", e defendeu que o vice deve ser alguém identificado com a proposta do PSB. A deputada lembrou, ainda, que a chapa envolve dois partidos, embora a Rede ainda não esteja formalizada. "Marina (Silva) não é do PSB." Erundina considerou fundamental a participação da viúva de Campos, Renata, no processo de composição da nova candidatura: "Ela é militante, não apenas a esposa de Eduardo", defendeu.

Bahianotícias

16 de agosto de 2014

O TRABALHO NÃO PODE PARAR, UNIÃO E MUITA LUTA, PISO NACIONAL JÁ!

Mesas e mais mesas de negociações. Acompanhamos diariamente, no SITE do Ministério da Saúde, para ver se o repasse da União já foi feito. Dessa forma, estamos mobilizados porque agora é hora de união e luta; o que nos une que, é o piso nacional, deve ser maior do que o que nos separa. Portanto, a direção da AACES está pressionando a União no tocante ao repasse  que estabelece  parâmetros de distribuição, conforme preconizado no § 1º do art. 9-C, da Lei nº 12.994, de 2014, para o cumprimento do piso, bem como também estamos fazendo pressão sobre o prefeito ACM Neto através de seus secretários. A luta não pode parar  tampouco esfriar, portanto, companheiros, vamos continuar nossas atividades exigindo o que é nosso, tanto do governo federal quanto do municipal. Se preparem porque a luta só está começando, e temos que envolver todos: o Poder Executivo nos âmbitos municipal, estadual e federal, mas também a Câmara de Vereadores.

Representantes da AACES e Sindseps cobraram o imediato pagamento do piso salarial dos agentes de saúde


A cobrança pelo imediato pagamento do Piso Salarial Nacional dos agentes de saúde foi tema abordado durante reunião da Mesa de Negociação, na tarde de quinta-feira (14), na sede da Secretaria Municipal de Gestão (Semge).
O representante da Semge alegou que a administração municipal aguarda a publicação de uma portaria ministerial prevista no texto da lei que aprovou esta matéria de interessa da categoria.

Atentos às tentativas da gestão de não pagar o Piso Salarial de maneira imediata, os representantes do Sindseps demonstraram que não há necessidade de aguardar tal publicação para iniciar este pagamento. Além disso, os diretores Edna Maria, Rogério Dantas, Enádio “Careca” e Nildo Pereira foram enfáticos em afirmar que, mesmo com a alegada dificuldade financeira, a categoria continuará perseguindo esta conquista. Este entendimento deve continuar valendo nas próximas rodadas de negociação, desta vez, envolvendo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

“Deveremos aumentar a mobilização da categoria. Os agentes de saúde terão todo o apoio do Sindseps nesta batalha. Enxergamos obstáculos que serão colocados à nossa frente. Percebemos que somente com a unidade na luta é que teremos o Piso Salarial Nacional. Se preciso for, vamos reiniciar nossa peregrinação para fazer valer essa conquista. Nossas ações serão responsáveis e sempre respeitadas, pois não teremos condutas individualistas. Defenderemos o interesse coletivo”, disse Edna.
As condições de trabalho dos agentes de saúde também constaram da reunião na Semge. Para o diretor que também é presidente da AACES Enádio “Careca”, essa situação complica ainda mais a vida no campo de trabalho. “Estamos sempre zelando pela saúde coletiva na cidade, mas, em contrapartida, não são oferecidas as mínimas possibilidades de exercer essa missão com dignidade. Fardamento deficiente, mochilas pesadas e danificadas, equipamentos precários e nem mesmo, a valorização garantida por lei é oferecida. Alertamos para este descaso e exigimos providências da gestão”, disparou “Careca”.
Fonte: Sindseps

14 de agosto de 2014

MAIS UMA CONQUISTA DA AACES: ACE DA VACINAÇÃO NÃO BATE O PONTO ELETRÔNICO

 

A Associação dos Agentes Comunitários e de Endemias de Salvador - BA (AACES) travou uma grande luta para que os agentes da vacinação dos postos fixos não batessem o ponto eletrônico. Muitas foram as reuniões com o secretário da Saúde, mas, na ocorrida na semana passada, a associação fechou acordo com o secretário.

Assim, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) enviou e-mail aos distritos sanitários suspendendo o batimento do ponto eletrônico por parte dos agentes de combate às endemias (ACEs) lotados nos postos fixos. Mais uma vitória da AACES, entidade que vive para defender os direitos dos agentes de saúde de Salvador.

PISO NACIONAL TIRE SUAS DUVIDAS E FIQUE INFORMADO (A)


O piso nacional uma batalha que com fé em DEUS vamos vencer, o que de realidade jurídica está acontecendo ou seja o nó critico, que estamos desatando, vejam o entrave que a lei do piso 12.994 amarra o pagamento leiam:

 Art. 9º-C.  Nos termos do § 5o do art. 198 da Constituição Federal, compete à União prestar assistência financeira complementar aos Estados, ao Distrito Federal e aos Municípios, para o cumprimento do piso salarial de que trata o art. 9o-A desta Lei. 

§ 3o  O valor da assistência financeira complementar da União é fixado em 95% (noventa e cinco por cento) do piso salarial de que trata o art. 9o-A desta Lei.

Esse artigo e inciso atrela o pagamento mediante o repasse da união, ou seja Dilma sanciona a lei mas não repassou a contra partida da união onde pode ser visto clicando AQUI  e nas tabelas abaixo, atenção básica é referente aos Agentes Comunitários e Vigilância em Saúde é sobre os Agentes de Combate as Endemias, nossos colegas ACS já existem a verba carimbada com a sua nomenclatura, já os ACE,s ainda é necessário um decreto ou portaria criando esse repasse financeiro, na tabela que diariamente acessamos podemos observar que não houve nenhum aporte da união para pagar o piso nacional, no mês de Junho a verba da vigilância em saúde dobrou  fomos pra cima da gestão, mas em consulta ao ministério da saúde eles informaram que houve um atraso e pagou dois meses de uma só vez, onde podemos ver na tabela abaixo que no mês de julho que está zerado, já agosto está normal.


Tabela Vigilância em Saúde click na imagem para ampliar

Tabela Atenção básica 
A pergunta que não quer calar, porque então que outra prefeituras já estão pagando o piso nacional ? primeiro não existe vontade politica dessa gestão, segundo os prefeitos não são obrigados a pagar enquanto não houver o repasse da união expresso no  Art. 9º-C. § 3o , portanto a gestão está usando a própria lei do piso a seu favor e contra nós, ou seja eles dizem que assim que DILMA enviar o dinheiro eles vão pagar e que por isso estão indo a Brasilia esta semana, já os prefeitos que pagam na sua maioria tem uma relação politica muito boa com a categoria, inclusive em algumas cidades foram firmados acordos em campanha politica, uns cumpriram outros não como é o caso de ACM Neto.
Não podemos esperar a boa vontade da gestão em resolver esse problema, nós mesmos temos que resolver, e como vamos? pressionando o governo federal, estamos agendando uma viagem a Brasilia para ir pra cima do ministério da saúde e de Dilma para enviar o aporte financeiro.
Não estamos parados nem tão pouco queremos enganar ninguém usando como massa de manobra, preferimos ferir com a verdade que iludir com mentiras, estávamos juntando peças para entrar na justiça, mas nosso jurídico esbarrou justamente no artigo e inciso que fala sobre a contra partida do governo federal, mas nosso advogado está trabalhando para quando o repasse vier exigir o retroativo, nobres e valorosos colegas essa é a verdade sobre a atual situação do nosso piso nacional, qualquer outra informação é para confundir a categoria, infelizmente nossa presidenta está sacaneando, por tanto vamos realizar uma campanha DILMA manda a verba para pagar o piso.   




Leiam a lei do piso na integra clicando em mais informações abaixo:

ACIDENTE TRÁGICO VITIMA EDUARDO CAMPOS


O presidenciável Eduardo Campos (PSB), que morreu na quarta-feira (13) em um acidente de avião, era um dos principais concorrentes na corrida eleitoral de 2014. O ex-governador do estado de Pernambuco era da base do governo da presidente Dilma Rousseff até o ano passado, quando rompeu com os aliados e se juntou com a senadora Marina Silva para formar uma chapa de oposição. Antes conhecido apenas como o neto do também governador e líder político pernambucano Miguel Arraes, Campos conseguiu se destacar individualmente após três mandatos como deputado federal e um ano como Ministro de Ciência e Tecnologia do governo Lula. Após o período em Brasília, ele foi eleito para o governo de Pernambuco e se destacou por conta de projetos como a ferrovia Transnordestina e a Refinaria de Petróleo Abreu e Lima. Na última pesquisa realizada, Campos tinha 6% das intenções de voto na Bahia. Ele faleceu na mesma data que o seu avô, 13 de agosto, e deixa mulher, a auditora do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco, Renata Campos, e cinco filhos.
Na oportunidade o presidente da AACES conversando com Eduardo Campos sobre nossa categoria ao lado da vereadora Fabiola Mnasur


Fonte: Bahia notícias

13 de agosto de 2014

Operação prende duas pessoas por desvios na secretaria de Educação na era JH


Operação prende duas pessoas por desvios na secretaria de Educação na era JH
Foto: Divulgação/ SSP-BA
A segunda fase da Operação “Prometheus”, deflagrada na madrugada desta quarta-feira (13), resultou em mais duas prisões e cumprimento de sete mandados de busca e apreensão. A operação investiga suposto esquema de desvio em verbas públicas em um convênio de mais de R$ 120 milhões, que envolve a Secretaria de Educação do Município de Salvador - à época do ex-prefeito João Henrique -, um ex-reitor da Universidade do Estado da Bahia (Uneb) e a Organização Não-Governamental (ONG) Pierre Bourdieu. A Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA) divulgou os nomes das pessoas presas nesta quarta por lavagem de dinheiro: Hane Adriele Sanches Alves e Patrícia Santos Ramos. “O que apuramos até agora é que o grupo atuava usando notas falsas para comprovar pagamentos que não eram realizados. O dinheiro, que deveria ser destinado à educação, era desviado para os integrantes do esquema criminoso”, explica o promotor de Justiça Raimundo Moinhos, em nota. Com o mandado de busca e apreensão, houve o recolhimento de documentos, computadores e outros equipamentos de mídia.

Bahianotícias

HOMENAGEM AO DIA DOS PAIS ACONTECE HOJE NO CENTRO DE CONVENÇÕES.

O Grupo de valorização, que é parceiro da AACES convida:
Você que é pai  participe!

Obs. Esse evento está sendo organizado pelo CCZ e o GDVAE e é direcionado aos agentes de endemias, lotados na unidade. Entretanto, os agentes comunitários que desejarem participar sintam se convidados.

12 de agosto de 2014

NOTA DE FALECIMENTO



É com muito pesar que comunicamos que Maria da Hora dos Santos, mãe da ACS Marizete Maria dos Santos, lotada no Distrito Sanitário de São Caetano / Valéria, do PSF da Jaqueira do Carneiro, faleceu. O sepultamento será às 16h, no Quinta  dos Lázaros.
Que Deus conforte todos familiares e amigos.

Diário Oficial publica lei que obriga presença de farmacêutico nas drogarias


Diário Oficial publica lei que obriga presença de farmacêutico nas drogarias
Foto: Ilustração
Foi publicada nesta segunda-feira (11), no Diário Oficial da União, a Lei 13.021, que torna obrigatória a presença de um farmacêutico em drogarias, durante todo o horário de funcionamento. Com a norma, as farmácias deixarão de ser apenas estabelecimentos comerciais e passarão à condição de prestadoras de serviços de assistência à saúde. Segundo o Conselho Federal de Farmácia, medir pressão, glicemia, aplicar soro e vacinas estão entre os exemplos de serviços que a norma permite que sejam prestados nas farmácias. Outra função que caberá ao profissional é notificar os profissionais de saúde, órgãos sanitários e o laboratório industrial sobre efeitos colaterais, reações adversas, intoxicações e dependência de medicamentos. A nova lei, que entra em vigor em 45 dias, prevê ainda que as drogarias devem ter instalações adequadas sob o aspecto sanitário. Elas deverão ter equipamentos necessários à conservação de imunobiológicos, como vacinas e outros equipamentos exigidos pela vigilância sanitária. Há 20 anos no Congresso Nacional, a nova lei altera a Lei de Controle Sanitário do Comércio de Drogas e Medicamentos (Lei 5.991/1973), que atualmente exige a presença de "técnico responsável, inscrito no Conselho Regional de Farmácia", o que permitiu a interpretação de que os técnicos podem ser profissionais de nível médio. Além disso, admite a substituição por "prático de farmácia" ou "oficial de farmácia", em localidades sem o profissional exigido.

Bahianotícias

10 de agosto de 2014

SALVADOR AINDA NÃO PAGA O PISO DOS AGENTES




A Prefeitura de Salvador anda na contramão quando o assunto é o pagamento do piso nacional dos agentes. Ainda quando era candidato ao Palácio Tomé de Souza, ACM Neto havia prometido ( chegou até assinar um documento) que iria adequar o vencimento da categoria ao dos trabalhadores de 40h. Eleito, não cumpriu! Em uma das mesas de negociação da campanha salarial, questionado sobre o cumprimento da lei do piso assim que fosse sancionada pela presidenta Dilma, Alexandre Pauperio, da Gestão, havia dito: "a prefeitura vai cumprir!". A Lei 12.994, de 17 de junho de 2014, está em vigor, mas ainda não está sendo cumprida. Sendo assim, esta é a oportunidade para que, tanto o secretário quanto o prefeito cumpram com a sua palavra.



 No entanto, na próxima terça-feira, dia 12, o secretário da Saúde, juntamente com o prefeito ACM, deve ir a Brasília para ter um audiência no Ministério da Saúde. Dentre os assuntos pautados está o piso nacional dos agentes . Segundo ainda o secretário, logo em seguida será marcada uma reunião com os representantes da categoria para tratar da implantação do piso. Portanto, estamos sendo flexíveis e aguardando a posição da prefeitura. E os encaminhamentos a serem adotados dependerão da resposta da gestão. Porque a resposta que queremos ouvir é esta: "sairá no próximo mês". 

AGENTES DE SAÚDE: PARABÉNS PELO SEU DIA, PAPAI!


8 de agosto de 2014

NOTA DE FALECIMENTO

É com muito pesar que comunicamos o falecimento de Telcio Catarino dos Santos, pai da ACE Balbina da Visitação, lotata no Distrito Sanitário Cabula/Beiru B. O sepultamento será no Cemitério Quinta dos Lázaros às 16h.

A morte não é nada.
Eu somente passei
para o outro lado do Caminho.

Eu sou eu, vocês são vocês.
O que eu era para vocês,
eu continuarei sendo.

Me dêem o nome
que vocês sempre me deram,
falem comigo
como vocês sempre fizeram.

Vocês continuam vivendo
no mundo das criaturas,
eu estou vivendo
no mundo do Criador.

Não utilizem um tom solene
ou triste, continuem a rir
daquilo que nos fazia rir juntos.

Rezem, sorriam, pensem em mim.
Rezem por mim.

Que meu nome seja pronunciado
como sempre foi,
sem ênfase de nenhum tipo.
Sem nenhum traço de sombra
ou tristeza.

A vida significa tudo
o que ela sempre significou,
o fio não foi cortado.
Porque eu estaria fora
de seus pensamentos,
agora que estou apenas fora
de suas vistas?

Eu não estou longe,
apenas estou
do outro lado do Caminho...

Você que aí ficou, siga em frente,
a vida continua, linda e bela
como sempre foi.

(Santo Agostinho)

Uso de celular no banheiro pode causar hemorróidas


Uso de celular no banheiro pode causar hemorróidas
Foto: Reprodução
O habito de usar o celular ou ler ao fazer o ‘número dois’ no banheiro pode antecipar o aparecimento de hemorroidas em quem já tem predisposição a ter o problema. O motivo para o aparecimento da enfermidade é o fato de muitas pessoas, após fazer defecar, permanecerem sentadas na mesma posição enquanto termina a leitura, e isso faz uma pressão e um esforço desnecessários, dilatando as veias do ânus. Passar muito tempo no banheiro é prática antiga, desde a época em que era febre ler gibis e livros impressos. Porém, com a proliferação dos smartphones e tablets, esse hábito aumentou. “Tenho pacientes que mantém tablets antigos no banheiro, especificamente para isso”, revela o proctologista Fernando Valério. Segundo ele, os casos de hemorroidas em seu consultório aumentaram depois de os smartphones se tornarem populares. Valério explica que evacuar é um ato mais complexo do que se imagina. “Quando se evacua, o corpo estabelece que haverá um relaxamento da região anal. Quando há um relaxamento por muito tempo, o canal fica totalmente preenchido pelas veias da região anal, e isso acaba doendo, sangrando ou pode dar prolapso nas veias (quando elas saem para fora do ânus)”. O banheiro é, para alguns, um refúgio, muitas vezes sendo o único local onde não se é incomodado. Entendendo essa realidade, o proctologista Felipe Santos Gomes, do Hospital Balbino, no Rio de Janeiro, sugere uma alternativa. “Se a pessoa quiser continuar a leitura ou a atividade no celular, faça sua higiene, feche a tampa do vaso sanitário, sente em cima dela e fique o tempo que quiser, pois assim seria como se estivesse sentado em uma cadeira normal”. O hábito de ler no banheiro é uma mania que começa na infância. Crianças com intestino mais preso ou lento são incentivadas a ler como forma de distração enquanto tentam evacuar, como uma espécie de incentivo para a ida ao banheiro se tornar mais prazerosa. Quando crescem, acabam mantendo o hábito e, se tiverem propensão genética a terem hemorroidas, elas aparecerão bem antes do tempo pré-determinado lá nos genes. Embora ainda seja um tabu, as hemorroidas são perfeitamente tratáveis, seja com mudança de estilo de vida - hábitos alimentares saudáveis para quem tem um grau leve do problema - ou até cirurgia. O indicado é deixar a vergonha de lado e procurar um médico logo no início dos primeiros sintomas.

Bahianotícias

7 de agosto de 2014

Atrasos do MS podem ser inibidores dos serviços de emergência', diz secretário de saúde de SSA

A onda de violência que entrou nos postos de saúde de Salvador está ligada a “insegurança” vivida no cotidiano, como afirma o secretário de Saúde de Salvador, José Antonio Rodrigues. Em entrevista ao Bahia Notícias, o administrador e ex-secretário da mesma pasta em âmbito estadual no governo Paulo Souto prometer instalar as sete Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) destinadas a Salvador e os 12 multicentros de atendimento especializado em cada distrito sanitário da cidade. Rodrigues ainda discorreu sobre a relação com categorias sindicais como médicos, enfermeiros e técnicos, comentou o caso da servidora Luamorena Silva, que acusou a SMS de perseguição por racismo, e falou sobre o problema de financiamento dos hospitais filantrópicos e de unidades de atenção básica. “Atrasos do Ministério da Saúde têm sido uma constante e podem ser no futuro um inibidor de expansão de serviços de urgência e emergência”, avaliou. Leia abaixo a entrevista na íntegra:
 
 
Bahia Notícias: Um dos temas que aflige a população soteropolitana é a violência, e alguns postos de saúde Salvador têm sido alvos de assaltos. O que tem sido feito para conter esses episódios?
 
José Antonio Rodrigues: Nós temos dois problemas distintos nessa área. Na zona periférica da cidade, principalmente aos finais de semana, nós temos arrombamento nas unidades de saúde. São coisas pontuais, não ocorrem em todos os finais de semana, considerando que nós temos mais de cem postos de saúde, 60% deles em áreas longínquas. Nessas unidades, nós não temos nenhum assalto de mão armada, como aconteceram nas últimas semanas em Salvador.  Nós temos observado que nas unidades mais próximas aos grandes centros é que isso tem ocorrido, como por exemplo, Barra, Brotas, Federação, Rio Vermelho, Pernambués. As pessoas falam da Guarda Municipal, mas muitas unidades cuidam de crianças, principalmente na parte da manhã, e você não pode manter uma Guarda Municipal armada dentro de uma unidade de saúde. Isso reflete a insegurança que nós todos vivemos. Eu procurei divulgar a atenção disso até para que as autoridades ficassem atentas, principalmente a Secretaria de Segurança Pública [SSP], porque isso se tornou recorrente.
 
BN: E que medidas que foram tomadas?
 
JAR: Nós temos feito registros na Polícia e não acontece absolutamente nada. As medidas tomadas são de colocar o policiamento ostensivo em frente à unidade. A prefeitura tem um convênio com a Polícia Militar, mas eu não posso afirmar que as pessoas que estacionam perto da unidade vão estar protegidas da mesma forma que aquelas que estão dentro da unidade. A Secretaria de Gestão da Prefeitura junto com a Guarda Municipal está desenvolvendo um termo de referência para colocar câmaras de segurança em frente às unidades de saúde, para no futuro a gente ter um controle maior. No entanto, com a rapidez que isso tem feito, nós não sabemos se isso vai ter um efeito inibidor. Mas volto a afirmar, nós não temos tido problemas de mão armada em postos da periferia, não ocorre isso em São Caetano, Subúrbio Ferroviário, Valéria, Cabula, Beirú , Arenoso, isso está ocorrendo em zonas centrais, de grande movimento.
 
BN: Em relação às Unidades de Pronto Atendimento, o senhor trabalha com um número fixo de UPAs a serem entregues?
Continuem lendo clicando em mais informações abaixo:

6 de agosto de 2014

MESA DE NEGOCIAÇÃO SOBRE O PISO NACIONAL COM A GESTÃO ACONTECEU HOJE E OUTROS DOIS PONTOS DE PAUTA


O piso nacional, a situação do horário ininterrupto para os agentes de combate às endemias (ACEs) dos postos fixo e o ponto eletrônico foram a pauta da reunião de hoje, realizada entre o secretário da Saúde e os diretores da Associação dos Agentes Comunitários e de Endemias de Salvador-BA (AACES) e do Sindicato dos Servidores da Prefeitura do Salvador (Sindseps), além de uma comissão formada de ACEs dos postos fixos e ACEs de combate à dengue.



Pauta: 1

Piso Nacional: Sobre o pagamento, o secretário da saúde, que é o responsável pela pasta, afirmou que o Ministério da Saúde está aguardando a regulamentação com a unidade orçamentária, prevendo outro aporte financeiro para a complementação do pagamento dos agentes comunitários de saúde (ACSs). Já em relação aos de combate às endemias (ACEs), não existe uma verba distinta no orçamento, muito menos uma portaria para regulamentar  uma verba especifica sobre a vigilância em saúde para esses agentes. No entanto, afirma ele, que vai a Brasília com o prefeito no próximo dia 12 de agosto. Na pauta, o pagamento do piso será um dos itens a ser tratado com o Ministério da Saúde. Também disse que Dilma sancionou a Lei 12.994, mas não mandou o dinheiro até agora. Estamos esperando a portaria ministerial e, assim que a portaria for lançada e a verba repassada, não vê problemas para pagar o piso.


 Pauta: 2

Sobre questão do horário ininterrupto dos ACEs dos postos fixos, o gestor da saúde disse que será feito um estudo técnico para ver a viabilidade, mas demonstrou discordância, uma vez que os horários ininterruptos da dengue esta sendo alvo de uma auditoria da Controladoria Geral do Município (CGM).




Pauta: 3

Ponto eletrônico para ACEs em postos fixos:

Ficou acordado que será enviados aos coordenadores de distritos a dispensa dos ACEs de efetuar o ponto eletrônico até que aconteça a descentralização do ccz ou que se implante em todos os distritos.



Nossa opinião:

Realmente não existe ainda nenhum repasse a mais direcionado ao pagamento do piso nacional, mas temos que nos unir falando principalmente a verdade, não vendendo falsas ilusões para atrair a atenção. Sabemos que a verdade dói, porém é o que temos a oferecer, além de muita luta com estratégias e táticas. Esperamos que essa auditoria seja feita de forma honesta e que analise a produtividade e a qualidade que aumentou, porque hoje os agentes de combate a dengue trabalham mais satisfeito, e quem mais está ganhando com isso é o município. Esperamos também que as condições de trabalho e PAs sejam avaliados.


A união faz a força, e a força faz a união. Estamos lutando pelos mesmos objetivos, que é o piso nacional sem mexer nas gratificações e lutar para garantir as progressões intelectuais na revisão do plano de cargos.


Categoria desunida
Categoria Unida




Qual será o melhor caminho para conquistar nossos objetivos, unidos ou desunidos? Qual será a verdadeira intenção em dividir a categoria? Favorece a quem? Acertou quem respondeu a gestão, portanto guerreiros e guerreiras só temos um adversário, que é a prefeitura e o repasse federal que ainda não veio. Estamos fazendo nossa parte, podemos até ferir alguns com a verdade, mas jamais vamos iludir com mentiras, inclusive a reunião marcada não foi com o secretário de gestão Pauperio, mas sim com o secretário de saúde José Antonio como assim aconteceu, diferente de mentiras espalhadas para confundir a categoria. Essa é a AACES que estava com vocês ontem, hoje e sempre estará amanhã ao lado da categoria, não dizendo talvez o que alguns gostariam de ouvir, mas dizendo o que realmente deve ser dito, porque estamos enfrentando uma gestão dura e técnica, não podemos agir com a emoção para depois não perder a razão.