25 de maio de 2018

Centrais apoiam greve dos caminhoneiros e querem redução no preço do gás


Ato reuniu a Força Sindical, UGT, Nova Central, CUT, Conlutas e Movimento da Juventude em frente a sede da Petrobras em São Paulo

CombustiveisCrédito: Jaélcio Santana
As centrais sindicais – Força Sindical, UGT, Nova Central, CUT, PSTU,  Conlutas e Movimento da Juventude -  realizaram ontem, dia 24, uma manifestação de apoio à greve dos caminhoneiros e pela queda no preço do gás de cozinha, em frente a sede da Petrobras, na Avenida Paulista, em São Paulo. Os trabalhadores levaram vários botijões de gás no ato para mostrar   indignação com o preço exorbitante do produto, que teve variação de 49,87%, entre 2014 a 2018. Eles montaram também um fogão a lenha e fizeram cafezinho que foi distribuído para quem passava na avenida.


Em vídeo publicado nas redes sociais, o presidente da Força Sindical, Paulo Pereira da Silva, Paulinho da Força, apoiou o movimento e defendeu a demissão do presidente da Petrobras, Pedro Parente.



O secretário-geral da Força Sindical, João Carlos Gonçalves,


caminhoneirosCrédito: Divulgação
Juruna, afirmou que decidiu organizar o ato rapidamente porque a greve dos caminhoneiros mexe com toda a população. “ É preciso que os setores envolvidos – trabalhadores e governo – negociem uma solução”, ressaltou. Juruna destacou ainda a importância deste momento para as categorias que têm datas-bases ao longo deste ano. “Será preciso unidade das centrais para sermos vitoriosos e lutarmos para manter os direitos”, disse.


CombustiveisCrédito: Jaélcio Santana
O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo e da CNTM, Miguel Torres, afirmou que o governo tem feito uma política que joga a produção do País para baixo e beneficia os especuladores. “Esta estratégia tira o sustento das famílias. Existe um plano por trás disso: a desnacionalização de setores estratégicos da economia. Além disso, os trabalhadores foram prejudicados com a reforma trabalhista e aumentou o desemprego.Temos que nos preparar para enfrentar isso nas urnas”, destacou.


Paulo Henrique Viana, secretário-geral do Sindeeia (Alimentação-SP), criticou o presidente da Petrobras, Pedro Parente chamando-o de presidente do apagão, referindo-se à época em que foi ministro do governo FHC, quando ocupou três ministérios: Casa Civil, Planejamento e Minas e Energia.No ato havia faixas com estas frases”Pedro Parente: presidente do apagão” e “o preço do gás está explodindo o orçamento das famílias”.


combustívelCrédito: Jaélcio Santana
Adriano Lateli, diretor do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo, que comandou parte do ato, defendeu a ação de uma política justa nos preços dos combustíveis.


Já Cibele Vieira, da Executiva da CUT-SP e da FUP, afirmou que por trás dessa política de reajuste de preços diários dos combustíveis está a estratégia de abrir o mercado brasileiro para empresas internacionais.



Já Washington Carvalho, da Associação dos Caminhoneiros Autônomos, reivindicou a retirada dos impostos que a categoria tem que arcar e destacou que a luta contra os aumentos nos preços dos combustíveis é de toda sociedade.



Josimar Andrade, da UGT e Luiz Gonçalves, da Nova Central observaram que é preciso intensificar a mobilização dos trabalhadores para potencializar o movimento dos caminhoneiros.



José Maria de Almeida, da CONLUTAS, citou as greves realizadas recentemente, como construção civil e metalúrgicos e a necessidade de criar uma nova conjuntura no País para trazer à tona o descontentamento da população brasileira.

AACES: Saiba o Resultado da mesa de negociação de ontem 24/05 sobre a campanha salarial dos agentes de saúde


Ontem 24 de Maio de 2018 a direção da sua Associação AACES participou da primeira  rodada de negociação depois da entrega da pauta com a gestão sobre a campanha salarial de 2018 e sobre o nosso tão sonhado Plano de Cargos e Vencimentos da categoria, a reunião durou mais duas horas de muita discussão sobre as demanda dos ACS e ACE,s de Salvador, terminando as 20 horas. Além dos diretores da AACES participaram o secretário Tiago Dantas, o diretor DGP Diretoria de Gestão de Pessoas Merlin e Socorro coordenadora do CDRH da SMS.


Foram discutidos apenas itens financeiros, os outros  serão discutidos  na secretaria de saúde na próxima semana. Sobre a campanha salarial de 2018 onde a categoria aprovou em assembleia um salário base nivel 1 de R$ 1.116.00 para chegarmos agora em Julho de 2018 com o nível 4 para R$ 1.310.46 como matriz salarial, a gestão disse que a proposta da prefeitura é pagar os 5.5% em Setembro e parcelar os R$ 1.219.00 que a prefeitura está nos devendo referente ao avanço de nível que era para ser pago em Julho de 2016, mas  que eles só nos pagaram  em Setembro de 2017, o que nos motivou a entrar na justiça.

Sobre o reajuste do auxilio alimentação, a gestão disse ainda não tem autorização para nenhum reajuste, ou seja 0% de aumento. Assim como para o salário base, porque os 5.5% é cumprimento de lei.


Sobre o nosso PCV, a gestão ainda não apresentou uma proposta de matriz salarial porque ainda está fechando os impactos financeiros, porque com o plano de cargos teremos três tipos de avanços:



1-  Avanço de Nível vertical
2-  Avanço de progressão horizontal 
3 - E avanço por tempo de serviço, que esse ultimo nunca tivemos.

Resumindo a mesa de negociação está aberta, na próxima semana teremos outras rodas de negociações, vamos usar nossas táticas e estratégias para avançar nessa que foi a primeira proposta da gestão e que ainda falta a proposta sobre o PCV, e assim que tivermos uma proposta concreta vamos chamar uma assembleia para passar para a categoria, afinal a decisão não é nossa nas mesas de negociações, mas sim da categoria em assembleia.


Uma das coisas que interpretamos como falta de respeito da gestão foi o encaminhamento de um projeto de lei para a câmara de vereadores onde retira a obrigatoriedade da prefeitura em aplicar automaticamente a progressão sem avaliação, ou seja, a cada dois anos para termos os avanços de níveis a gestão deveria fazer   Avaliação de Desempenho e Aquisição de Competências, como eles não fazem a progressão acontece automaticamente porque é lei. Se a prefeitura não faz essa avaliação, então a culpa não é nossa, só que se eles conseguirem retirar a progressão automaticamente, vamos ficar a DEUS dará e quando puder, por isso temos que nos organizar na câmara de vereadores para não aprovar essa lei que altera a 7.867 de 2010 nos prejudicando, Vejam abaixo a lei que estamos falando: 



LEI Nº 7867/2010.

DISPÕE SOBRE O PLANO DE CARGOS E VENCIMENTOS DOS PROFISSIONAIS DE SAÚDE DA PREFEITURA MUNICIPAL DO SALVADOR E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.


 Art. 37 Caso a Administração Municipal não promova a Avaliação de Desempenho e Aquisição de Competências no interstício previsto no § 5º do art. 36, desta Lei, todos os servidores que tenham cumprido as condições estabelecidas nos I e II, do art. 36 farão jus, automaticamente, à progressão.


Art. 36 A Progressão devida a servidor ativo e, em efetivo exercício de cargo público, de que trata o art. 34 desta Lei, dar-se-á pela passagem do servidor:

§ 5º A avaliação estabelecida no § 3º deste artigo ocorrerá uma vez a cada período de 12 (doze) meses, sendo consideradas as duas avaliações para cômputo do escore estabelecido no mesmo parágrafo, conforme regulamento específico.


Vejam todas as fotos da reunião clicando em mais informações abaixo:

23 de maio de 2018

Nota da AACES sobre a greve dos rodoviários


Compreendemos que a greve dos rodoviários é justa e deve ser apoiada pela sociedade. A crise político-econômica por que passa nosso País atinge diretamente os trabalhadores, que veem seus direitos trabalhistas retirados por um governo que não valoriza a classe trabalhadora.

Orientamos  aos agentes de saúde que utilizam o meio de transporte urbano para ir ao trabalho que só utilizem os ônibus do sistema de transporte coletivo, como forma de assegurar sua segurança e  integridade física, e que não cedam às pressões de superiores imediatos.

Estranhamos a intermediação feita pelo prefeito ACM Neto,  a fim de solucionar o impasse criado entre os rodoviários e os empresários de ônibus, justamente porque a data base dos servidores da prefeitura de Salvador está se esgotando, mas o gestor sequer apresentou uma contraproposta às reivindicações dos agentes de saúde apresentadas em março. Trata-se, pois, de uma escamoteação eleitoreira que visa mascarar a atitude intransigente com a qual Neto trata as reivindicações dos trabalhadores da prefeitura.

Enfim, reiteramos nosso apoio ao movimento paredista  e lhe desejamos coragem e muita garra para  lutar contra os patrões, que visam apenas a sua ganância pelo lucro em detrimento dos direitos dos rodoviários. Também reiteramos aos agentes de saúde que não  exponham sua segurança física, pegando condução clandestina. A Associação dos Agentes Comunitários e de Endemias de Salvador (AACES) coloca-se à disposição dos servidores.


22 de maio de 2018

Em assembleia geral, rodoviários oficializam greve a partir desta quarta-feira (23)


Os rodoviários de Salvador decretaram greve por tempo indeterminado a partir da meia noite desta quarta-feira (23). A decisão foi tomada em assembleia geral na tarde de hoje. Ao BNews, o presidente do Sindicato dos Rodoviários, Hélio Ferreira, afirmou que não recebeu a liminar da decisão do Tribunal Regional do Trabalho da Bahia (TRT-BA), que determinou que o sindicato mantenha 50% da frota rodando nos horários de pico, durante a greve da categoria.
"A gente está estudando com o jurídico como vai fazer, a diretoria defende que rode catraca livre para a população. Nós vamos cumprir a lei, agora nossa posição é rodar sem cobrador e sem pagar passagem. Orientamos a população, enquanto tiver greve não pagar passagem, entrar pela porta de desembarque", explicou Ferreira.
Fonte: Bocão News

AACES: Atenção vamos doar sangue para nossa colega sexta-feira dia 25/05


Atenção irmãos de farda, nossa colega ACE Catiaci Rosa Silva do Distrito Sanitário São Caetano Valeria, vai realizar um procedimento cirúrgico e necessita de doação de sangue,  por tanto vamos lá doar no Hospital  Teresa de Lisieux no 1º Andar na próxima sexta-feira dia 25 de Maio, antecipadamente sua família agradece. 
Catiaci Rosa Silva 

AACES; Atenção não deixe bloquear seu salário

Para os Servidores e empregados públicos em atividade, o Recadastramento Obrigatório será realizado exclusivamente pelo site www.recadastramento.salvador.ba.gov.br, durante todo o mês do seu aniversário. Caso haja alguma divergência nos dados, o servidor publico deve se dirigir ao Setor de Gestão de Pessoas (Segep) da secretaria ou do órgão onde trabalha. Já os aposentados e pensionistas deverão comparecer á Diretoria de Previdência, na Avenida Joana Angelica, nº 39 Edf. José Rocha, em Nazaré, também no mês do aniversario. O beneficiário irá receber em casa todas as instruções sobre a documentação que vai precisar apresentar durante o período do recadastramento Obrigatório. Vale ressaltar que serão adotados procedimentos especiais para os servidores aposentados e pensionistas que tiverem restrições de locomoção, que estejam com problemas de saúde ou possuam idade superior a 60 anos

19 de maio de 2018

AACES; Diretora Marizete palestra sobre "Combate ao Abuso e Exploração contra crianças e adolescentes"



Palestra sobre o tema "Combate ao Abuso e Exploração contra crianças e adolescentes"  foi  realizada na última quarta (16). onde uma das palestrantes foi a nossa diretora Marizete Pires, foi um Prazer inenarrável ser convidada para falar sobre o dia 18 de maio que é o dia Nacional sobre esse tema tão polémico, precisamos de politicas públicas eficazes e regulares para coibir esses crimes, todos precisam ser multiplicadores de instruções e ações que proteja nossas crianças e adolescentes, além de denunciar todo e qualquer ato de exploração e abuso sexual de nossas crianças. através do DISQUE 100, finalizou Marri.

18 de maio de 2018

Nota de Falecimento

Nossa solidariedade ao companheiro de farda Camilo neste momento de sofrimento  pelo falecimento do seu irmão.Deus seja o refúgio e conforto para os familiares e amigos. 

Suspensão de agentes: AACES contesta versão da prefeitura

A Associação dos Agentes Comunitários e de Endemias de Salvador (AACES) repudia veementemente a notícia veiculada no site do Bahianotícias sobre a suspensão de quatro agentes de combate às endemias (ACEs) por suposto procedimento desidioso . A AACES acompanhou  o processo movido pela prefeitura contra esses trabalhadores e constatou que a violenta foi um dos principais fatores que criou sérias dificuldades para os agentes exercerem sua função.

Os servidores que sofreram a suspensão desenvolvem suas atividades no Distrito Sanitário São Caetano/Valéria, um dos mais perigosos de Salvador, inclusive, onde, há sete anos, dois ACES foram assassinados. Portanto, trata-se de um problema grave que atinge seriamente a saúde psicológica dos agentes de saúde que ali trabalham, comprometendo suas atividades.

A Prefeitura de Salvador não levou isso em consideração e, sumariamente, aplicou a suspensão aos trabalhadores. Um fato nos intrigou: Há tantas sanções de processo administrativo acontecendo na prefeitura, mas não são divulgadas nos meios de comunicação. Por que esse episódio ganhou essa notoriedade no site do Bahianotícias? Discriminação com os agentes de saúde? São interrogações que ficam no ar.

Esse servidores  amargam condições nada adequadas  de trabalho, bem como um vencimento  inicial de R$831,34, abaixo do salário mínimo, portanto. Ainda têm que suportar uma sanção de processo administrativo que não leva em consideração a realidade de violência vivida diariamente pelos agentes de saúde. Isso é demais!

A AACES reitera o repúdio feito à notícia veiculada e se solidariza aos companheiros que foram suspensos, colocando-se à disposição deles.


17 de maio de 2018

AACES: Nota de Esclarecimento sobre recadastramento no Mês do seu aniversário



Abaixo seguem as orientações para regularização da pendência para quem não se recadastrou no mês do seu aniversário para não ter seu salário bloqueado:

✔Deve enviar um email para
tatiana.saude@salvador.ba.gov.br e laurasantana@salvador.ba.gov.br

Informar o nome completo, registro único, matrícula e CPF, justificando porque não fez o recadastramento.

✔Aguardar email com liberação para fazer o recadastramento no site, lembrando que após a liberação o servidor precisa regularizar a situação no prazo de 48h, caso contrário expira o acesso.

Para dúvidas ou maiores esclarecimentos entrar em contato com o SECAR no 3202-1136

16 de maio de 2018

AACES: Informações sobre a campanha salarial


A direção da sua Associação AACES, está buscando diariamente a abertura da mesa de negociação sobre a nossa campanha salarial 2018, que já tem duas semanas sem reuniões. Hoje 16/05 estivemos na SEMGE e cobramos pessoalmente do secretário da pasta Tiago Dantas, que nos recebeu e informou que realmente ainda não sentou com as representações porque ainda não tem uma contra proposta e que poderia ter essa semana, mas não conseguiu sentar com o prefeito devido ao falecimento da sua avó que suspendeu toda agenda, mas segundo ele na próxima semana vai se reunir com a AACES e outras entidades.

Esse é o ano da nossa categoria, e como diz nosso slogan " O salário dos agentes de saúde de R$ 831,34 está amargo, queremos valorização no Plano de Cargos" temos que sair dessa matriz salarial, entramos em 2011 no PCV da saúde através da lei 7.867, tivemos apenas as gratificações, mas não houve uma valorização do salário base com as percas inflacionárias ou com o nosso tempo de serviço, portanto ACS e ACE,s agora é a nossa vez, o PCV dos agentes de saúde já está quase pronto, foi construído nas mesas de negociação com a AACES e outras entidades, restando agora a contra proposta da gestão sobre a matriz salarial, com os respectivos avanços verticais de níveis, avanço horizontal com as referencias em percentual e os avanços por tempo de serviço, que por sinal nesse ultimo, exigimos que no caso dos agentes de saúde convalidados, o tempo de serviço deve ser contado sobre a data da convalidação de acordo o TAC  Termo de Ajuste de Conduta de julho/2007 e não de Maio de 2011 como  quem fez o concurso.

Em breve quando realmente tivermos a contra proposta sobre as pautas e o esqueleto completo do PCV, convocaremos uma assembleia.


A luta é grande, mas a determinação e a vontade de vencer está no mesmo patamar.

AACES: Nota de esclarecimento aos ACS e ACE,s Convalidados



A direção da sua Associação a AACES, recebeu diversos telefonemas dos agentes de saúde convalidados sobre a suposta retirada de direitos desses trabalhadores, e como ficou a duvida no ar, fomos até o secretário de Gestão saber sobre o assunto entre outras coisas, e segundo Tiago Dantas não existe nenhuma possibilidade de retirar direitos dos convalidados e que não houve por parte da gestão nenhuma conversa nesse sentido.

Gostaríamos de aproveitar e explicar que através da lei que não existe nenhuma possibilidade dos agentes de saúde convalidados fazerem outra prova, até porque todos estão amparados na Emenda Constitucional nº 51, e Lei 11.350 devido a todos já ter realizado anterior processo seletivo na época da Fapex, vejam abaixo a base legal e tenha certeza que sua Associação a AACES está atenta a qualquer manobra que venha a prejudicar a nossa categoria. 

EMENDA CONSTITUCIONAL Nº 51, DE 14 DE FEVEREIRO DE 2006

Art 2º Após a promulgação da presente Emenda Constitucional, os agentes comunitários de saúde e os agentes de combate às endemias somente poderão ser contratados diretamente pelos Estados, pelo Distrito Federal ou pelos Municípios na forma do § 4º do art. 198 da Constituição Federal, observado o limite de gasto estabelecido na Lei Complementar de que trata o art. 169 da Constituição Federal.

Parágrafo único. Os profissionais que, na data de promulgação desta Emenda e a qualquer título, desempenharem as atividades de agente comunitário de saúde ou de agente de combate às endemias, na forma da lei, ficam dispensados de se submeter ao processo seletivo público a que se refere o § 4º do art. 198 da Constituição Federal, desde que tenham sido contratados a partir de anterior processo de Seleção Pública efetuado por órgãos ou entes da administração direta ou indireta de Estado, Distrito Federal ou Município ou por outras instituições com a efetiva supervisão e autorização da administração direta dos entes da federação.


LEI Nº 11.350, DE 5 DE OUTUBRO DE 2006

  Art. 9º A contratação de Agentes Comunitários de Saúde e de Agentes de Combate às Endemias deverá ser precedida de processo seletivo público de provas ou de provas e títulos, de acordo com a natureza e a complexidade de suas atribuições e requisitos específicos para o exercício das atividades, que atenda aos princípios de legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência.       

Parágrafo único. Caberá aos órgãos ou entes da administração direta dos Estados, do Distrito Federal ou dos Municípios certificar, em cada caso, a existência de anterior processo de seleção pública, para efeito da dispensa referida no parágrafo único do art. 2º da Emenda Constitucional nº 51, de 14 de fevereiro de 2006, considerando- se como tal aquele que tenha sido realizado com observância dos princípios referidos no caput deste artigo.

15 de maio de 2018

AACES; Feliz Aniversário diretor Arivaldo


Felicidade, paz e alegria é tudo
que desejo para você neste seu
dia tão lindo e especial. Parabéns!

Hoje tudo é possível, por isso sonhe
ainda mais alto do que já sonhou
e conquiste tudo aquilo que ainda
não conquistou. Feliz Aniversário Arivaldo Moreira!

12 de maio de 2018

AACES; Nota de falecimento do irmão de farda Piriquito (Rosival Gomes Amorim)

Vá com DEUS IRMÃO Piriquito 

Infelizmente informamos o falecimento do nosso irmão de farda  Rosival Gomes Amorim, conhecido entre os colegas como Periquito, ele era Agente de Combate às Endemias do  Distrito Sanitário de Itapagipe, o sepultamento acontecerá em Licínio de Almeida, onde seus familiares assim escolheram, o que nos restam é transmitir  muita força nesse momento tão delicado.

Direção da AACES.


Licença Prêmio: Novidades para o agente que já deu entrada

Desde maio de 2016 que os agentes de saúde de Salvador que completaram cinco anos como estatutários têm direito à licença prêmio. Muitos servidores, no entanto, fizeram a solicitação, mas , até então, não estavam tendo resposta. A Associação dos Agentes Comunitários e Endemias de Salvador (AACES) cobrou providências à Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de Salvador a respeito do problema.

"Fomos informados de que novos servidores contratados pelo Reda estão agilizando a liberação das licenças prêmio e, em curtíssimo tempo, os agentes que deram entrada terão seus nomes publicados no Diário Oficial do Município", esclareceu Cléber Bispo - diretor da AACES.

A Lei Complementar 01, de 15 de março de 1991, afirma que "§ 4º O gozo da licença prêmio ou especial ficará condicionado à conveniência do serviço, devendo, entretanto, ser concedida em um período máximo de 18 (dezoito) meses, a contar da aquisição do direito". Segundo essa lei, o prazo já foi extrapolado pela prefeitura. Portanto, agentes, fiquem atentos, porque em breve sua licença será autorizada, cabendo ao Centro de Controle de Zoonozes (CCZ) fazer as liberações.

Fonte: Blog Bira - Agente de saúde

11 de maio de 2018

AACES: Feliz dia das Mães para todas as Mamães, em especial as ACS e ACE,s






Mãe gera com o corpo,
Nutre e cuida com o coração.
Mãe é amiga em hora boa,
Protetora permanente,
Preocupação constante.

Mãe sabe pintar sorrisos,
Enxugar lágrimas.
Mãe é colo de infinita capacidade,
Peito de inabalável paciência,
Sorriso e lágrima de empatia e carinho.

Mãe é expressão criativa da natureza,
E na essência transporta
o que há de mais divino.
Mãe é vida, é sustento do mundo,
Pois no ventre carrega a mágica da criação.
Mãe é amor incondicional,
Que vive eterno e profundo
no seu enorme coração.

Parabéns a vocês Mamães, são os sinceros votos da direção da sua Associação AACES.

8 de maio de 2018

Parabéns ao ACS Elias Santana


Hoje é dia de parabenizar o agente comunitário de saúde (ACS) Elias Santana pela passagem do seu aniversário. O companheiro é lotado na Unidade de Saúde da Família Rimundo Agripino, na Sussuarana Velha. Nosso afetuoso abraço e desejo de muitas realizações ao colega. Feliz aniversário!

7 de maio de 2018

AACES: Dia 06 de Maio foi o dia dela nossa diretora ACS Ana Lice


Ana Lice Agente Comunitária de saúde e diretora da AACES

Que esta data seja um ponto de partida para grandes descobertas e fantásticas realizações. Feliz aniversario diretora Ana Lice. 

São os sinceros votos de toda diretoria da AACES pela passagem do aniversario, e que DEUS lhe dê muitos anos de vida com saúde e paz...


6 de maio de 2018

AACES; Mais um Dia de diversão entre os agentes de saúde e motoristas, no clube dos servidores públicos


Nem só de combater as Endemias vive os agentes de saúde, eles também querem diversão e arte, foi com esse espirito que nossos colegas juntos com os motoristas que também fazem parte da família dia a dia no campo, realizaram um grande evento no clube dos servidores públicos do estado da Bahia em Lauro de Freitas, com direito a piscina de adulto e infantil, quadra e campo de futebol.

Nossos atletas de primeira linha, escolheram o futebol de campo, e logo depois da partida, um churrasco maravilhoso, comandado pelo motorista Felipe com o apoio do presidente da AACES Enádio Careca, China da raiva e Ronaldo da Lepto, que com carnes selecionadas e pães de alho deliciosos, junto com o divino feijão tropeiro.

Vejam outras fotos clicando em mais informações abaixo:

3 de maio de 2018

Luiz Galvão é novo secretário de Saúde de Salvador; Kaio Moraes assume gabinete

Luiz Galvão é novo secretário de Saúde de Salvador; Kaio Moraes assume gabinete
Foto: Divulgação
O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), vai anunciar a minirreforma do secretariado na próxima segunda-feira (3), porém o Bahia Notícias obteve informações que indicam as principais mudanças. Conforme apurado pelo portal, o atual presidente da Limpurb, Kaio Moraes, vai assumir a chefia de gabinete da prefeitura no lugar do interino Luiz Galvão. O sucessor imediato de João Roma vai para a Secretaria de Saúde, assumindo assim a vaga deixada por José Antônio Rodrigues Alves. Para completar o tabuleiro, resta saber quem vai assumir a Limpurb.
Fonte: Bahia Noticias

1 de maio de 2018

1o. de maio: não temos nada a comemorar, e sim lutar!

1o. de maio, Dia do Trabalhador, é uma data na qual os guerreiras e as guerreiras deveriam comemorar. Mas o ataque aos direitos trabalhistas, bem como o descaso com o qual são tratados pelo governo, tornam este dia um momento de reflexão, organização e disposição para a luta.

A campanha salarial dos agentes de saúde de Salvador já está aí. "Vamos lutar para garantir aumento no salário desses companheiros. A Associação dos Agentes Comunitários e Endemias de Salvador (AACES) não medirá esforços para que as demandas desses dedicados servidores sejam conquistadas. A eles minha consideração e respeito pelo importante trabalho que realizam na capital baiana", declarou Enádio, presidente da AACES.


30 de abril de 2018

AACES: Nota de falecimento


É com muito pesar que comunicamos o falecimento do senhor Antonio das Virgens de Souza Pai da nossa irmã de farda  Daiane Trindade. Nossas condolências e que Deus conforte a família e os amigos. São os sentimentos da Diretoria da Associação dos Agentes Comunitários e de Endemias de Salvador (AACES).

O sepultamento será hoje 30 de Abril ás 16:30 velório 03 no cemitério Bosque da Paz.

27 de abril de 2018

Associação dos agentes de transito Astram vence queda de braço contra a prefeitura de Salvador na Justiça


Um mandado de segurança protocolado na Justiça contra o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), pela Associação dos Servidores em Transporte e Trânsito do Município de Salvador (Astram), foi julgado procedente pelo Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA).
De acordo com o processo movido pela associação, o prefeito ACM Neto determinou a suspensão do enquadramento de servidores na tabela de vencimentos programados para maio de 2016 com base no Plano de Cargos e Vencimentos dos funcionários.
O plano previa que todos os servidores deveriam ser enquadrados em diversos níveis na carreira. No entanto, por conta dificuldades financeiras enfrentadas pelo município, foi acordado o parcelamento do enquadramento nos seguintes termos: o nível 01, em maio de 2014; nível 06, em maio de 2015; nível 10, em maio de 2016 e, assim, progressivamente, com a última implementação em maio de 2017.
Segundo a Astram, a gestão do município suspendeu o enquadramento que já estava previsto na Lei Orçamentária Anual de 2016.
Em sua defesa, a prefeitura de Salvador argumentou que o prefeito não caberia como parte no processo e que a associação não tinha legitimidade para figurar no pólo ativo, "visto que não foram juntadas aos autos a ata de assembléia em que foi autorizada a propositura da presente demanda e tampouco a lista dos beneficiários que tenham alcançado o direito ao enquadramento pelo tempo de serviço".
A administração ainda explicou que as dificuldades da economia e seus impactos nas finanças públicas impuseram o contingenciamento de quase um quarto do orçamento. 
A desembargadora Lígia Maria Ramos Cunha Lima entendeu que a Astram tinha razão nos argumentos apresentados "pois além da autoridade coatora reconhecer que suspendeu de forma ampla a eficácia da Lei 8629/2014, da simples leitura da supracitada norma observa-se apenas o condicionamento do requisito temporal para que os servidores alcancem o enquadramento requestado".
"Desta feita, os servidores com habilitação específica e com tempo de serviço prestado ao ente municipal, fazem jus ao enquadramento nas referências de subsídio correspondentes ao tempo de serviço por eles prestado, na medida em que se trata de ato vinculado, não dispondo, a administração, neste caso, de margem discricionária", afirma a magistrada.
Ainda em seu despacho, a desembargadora diz que a prefeitura não comprovou a alegação da "suposta ultrapassagem dos limites de gastos com pessoal", bem como dos prejuízos decorrentes da implementação do enquadramento questionado.

AACES: Atenção relembrando quem faz aniversário este mês tem até o ultimo dia util para fazer o recadastramento


Para os Servidores e empregados públicos em atividade, o Recadastramento Obrigatório será realizado exclusivamente pelo site www.recadastramento.salvador.ba.gov.br, durante todo o mês do seu aniversário. Caso haja alguma divergência nos dados, o servidor publico deve se dirigir ao Setor de Gestão de Pessoas (Segep) da secretaria ou do órgão onde trabalha. Já os aposentados e pensionistas deverão comparecer á Diretoria de Previdência, na Avenida Joana Angelica, nº 39 Edf. José Rocha, em Nazaré, também no mês do aniversario. O beneficiário irá receber em casa todas as instruções sobre a documentação que vai precisar apresentar durante o período do recadastramento Obrigatório. Vale ressaltar que serão adotados procedimentos especiais para os servidores aposentados e pensionistas que tiverem restrições de locomoção, que estejam com problemas de saúde ou possuam idade superior a 60 anos

24 de abril de 2018

Kaio Moraes admite possibilidade de ser secretário de Saúde

Kaio Moraes admite possibilidade de ser secretário de Saúde
Foto: Divulgação
O presidente da Limpurb, Kaio Moraes, admitiu nesta segunda-feira (23) a possibilidade de assumir a Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Em entrevista concedida à rádio Metrópole, ele ressaltou que ainda não conversou com o prefeito ACM Neto sobre o assunto. "Se for o desejo dele, ele pode me dar a missão que, com certeza, eu vou dedicar toda a minha energia para cumprir e estar à disposição", afirmou Kaio. ACM Neto deve nomear um novo titular para a SMS após a saída de José Antônio Rodrigues Alves do posto por motivos pessoais (veja mais).
Fonte: Bahia Noticias

AACES: Gestão deve iniciar negociação salarial dos servidores quinta-feira

O secretário municipal de Gestão, Thiago Dantas, deve iniciar a Mesa de Negociação na quinta-feira (26) para tratar de reajuste salarial  e de outras demandas dos servidores municipais de Salvador. "Nossa data base é 1º. de Maio, mas já tínhamos apresentado a pauta de reivindicações desde março", declarou Enádio, presidente da Associação dos Agentes Comunitários e de Endemias de Salvador (AACES).

Os agentes de saúde reivindicam a criação de um plano de carreira específico, bem como reajuste salarial, dentre outras demandas. Dantas deve se reunir com algumas lideranças amanhã e, nos próximos dias com outras entidades, entre as quais a AACES. Veja a pauta de reivindicações protocolada  na SEMGE, SMS e Casa Civil pela sua Associação.




Texto: Ubiraci Moraes

19 de abril de 2018

Nota de Falecimento

Comunicamos com muita tristeza o falecimento da companheira de luta Dalva Maria, diretora do Sindseps. A cremação do corpo será amanhã no Cemitério Jardim da Saudade, às 9h. Nossos sinceros sentimentos aos familiares e amigos.

Diretoria da AACES

17 de abril de 2018

AACES: Agentes de saúde são assaltados em atividades de campo no distrito Subúrbio Ferroviário





Agentes de combate a endemias de Salvador estão com medo de sair para trabalhar após a onda de assaltos que assola a capital da baiana, ontem 16/04 duas agentes de combate  a dengue foram assaltadas exercendo suas atividades de campo no bairro de Fazenda Coutos, quando elementos chegaram e subtraíram as duas mochilas com todos os materiais de trabalho e pertences, e ainda levaram o automóvel da colega Carla Cristina, foi realizado o boletim de ocorrência, o trauma ficou, e o medo continua naqueles que diariamente ariscam suas vidas para salvar as do próximo em áreas conflagradas, fica nossa solidariedade com as colegas vitimas do assalto... e deixando a disposição amparo psicológico, caso precise devido ao trauma.

Endereço da sua Associação AACES: Rua do Salete numero 54 Barris ao lado da Faculdade Visconde de Cairu. TEL 3561-3599

Conheça a nova sede SOCIAL da AACES

16 de abril de 2018

Presidente da Limpurb tem nome ventilado para assumir a SMS

Kaio Leal

Com a saída de José Antônio Rodrigues da Secretaria de Saúde de Salvador (SMS), um novo nome deve ser anunciado nos próximos dias pelo prefeito ACM Neto (DEM). De acordo com informações obtidas pelo BNews, um dos nomes cotados dentro da administração municipal é o de Kaio Leal, atual presidente da Limpurb. 
Leal está na gestão de Neto desde o primeiro mandato do democrata, quando passou a gerir a diretoria de Logística e Patrimônio da Secretaria Municipal de Gestão (Semge). 
Interinamente, a SMS está sob o comando da subsecretária Maria Lucimar Rocha

Governo propõe mínimo de R$ 1.002


O salário mínimo pode passar dos R$ 1.000 pela primeira vez na história do Brasil, mas é insuficiente para sustentar as famílias
SALÁRIO-MÍNIMO-2018
Isso porque, de acordo com a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) apresentada ontem pelo governo federal, a expectativa é a de que o piso do mercado de trabalho, pago a mais de 45 milhões de pessoas, seja reajustado em 5,03% no ano que vem. Dessa forma, seria ampliado em R$ 48, e passaria dos atuais R$ 954 a R$ 1.002.
A fórmula atual de correção do salário mínimo é composta pelo PIB (Produto Interno Bruto) de dois anos atrás mais o INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) do ano anterior. A geração de riquezas em 2017 apresentou crescimento de 1%, mas a inflação de 2018 só será apurada em janeiro do ano que vem. Sendo assim, o governo se baseia na expectativa de mercado divulgada pelo boletim Focus, do Banco Central, que toda semana reúne a opinião de mais de 100 instituições financeiras. Como não há projeção para o INPC, e o mais próximo dele é o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), a perspectiva é a de atingir 4%.
Além disso, como neste ano a correção do mínimo ficou abaixo do INPC, 1,81% ante 2,07% – menor percentual de correção desde o início do Plano Real, em 1994, que resultou em aumento de R$ 17 do piso –, o governo pretende compensar os trabalhadores neste ano. Para o cálculo, contribuiu para puxar a correção para baixo o fato de o PIB ter ficado negativo em 3,6%, no que ficou marcado como a maior recessão do País. Conforme a regra, quando isso ocorre, ele é desconsiderado.
“Vejo este aumento do salário mínimo como um paliativo para repor a sucessão de perdas provocadas pela recessão”, avalia Ricardo Balistiero, coordenador do curso de Administração do Instituto Mauá de Tecnologia. “E não acredito que vá gerar impacto negativo nas contas públicas. Se isso ocorrer, o governo tem condições de cortar de outras receitas, até porque se trata de uma medida que melhora o poder de compra do brasileiro.”
De acordo com informações da LDO, a cada R$ 1 a mais no piso do mercado de trabalho, se tem impacto de R$ 300 milhões anuais. Portanto, considerando a proposta de ampliá-lo em R$ 48, o peso nos cofres públicos será de R$ 14,4 bilhões por ano.
O valor do mínimo em R$ 1.002, vale ressaltar, faz parte de proposta que para ser validada precisa ser aprovada pelo Congresso Nacional. Mas isso só ocorre no fim do ano. É preciso destacar também que, em 2017, o piso salarial proposto pela LDO foi alterado diversas vezes, devido ao fato de a crise econômica persistir. Com isso, o montante inicial previsto, de R$ 979, recuou a R$ 969, depois R$ 965 e, por fim, R$ 954, com a justificativa da necessidade de economizar. O governo se preocupa com este gasto porque seu valor determina o mínimo pago às aposentadorias, que não podem ser inferiores ao piso do mercado de trabalho.
Ainda assim, de acordo com o Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), o mínimo necessário para um profissional pagar suas contas e sustentar uma família composta por quatro pessoas é bem superior ao valor proposto pelo governo: R$ 3.706,44, conforme estimativas de março. Ou seja, quase quatro vezes o montante atual.
MUDANÇA – A fórmula que corrige o salário mínimo tem validade até o ano que vem. Em 2015, a presidente Dilma Rousseff (PT) obteve aprovação pelo Congresso de medida provisória que estendia a regra até 2019.
Como este ano terá eleição, o novo governo irá definir se a mantém. “A fórmula atual não é ruim. Ela deu equilíbrio às contas públicas, que vinham desequilibradas desde a gestão Lula (PT). O fato de considerar a produtividade a torna justa”, avalia Balistiero. “Mas isso não deve ser prioridade na campanha eleitoral, embora possa surgir. O foco deve estar voltado à reforma da Previdência.”
Fonte: Diário do Grande ABC e Assessoria de imprensa da Força Sindical