17 de dezembro de 2014

MAIS UMA PARTE DA NOVELA DO NOSSO PISO NACIONAL, e data de pagar que é bom nada

Que sofrimento, foram oito anos para aprovar, e já são seis meses para pagar, haja paciência com o governo federal é muita falta de respeito com quem salva vidas diariamente.


Ontem dia 16/12/14 teve a reunião do grupo de trabalho do piso nacional dos ACS e ace realizado no ministério da saúde estava presente cnass, representantes do ministério da saúde do sgtes, svs, dab, conacs, fenasce e cntss onde foram tratados os seguentes pontos: adequação do cadastro e recadastramento dos vínculos dos ACS e ace no cnes; parâmetros numéricos para contratação de ace por municípios; tramitação do cbo para os ace no mte; financiamento do piso dos ace e instrumentos normativos de transição e alteração na legislação.
Em janeiro será feita uma nova versão do cnes onde terá que todos os municípios atualizar os ACS e cadastra os ace em um cbo provavelmente será o 5151-20 guarda de epidemias com os paramentos e perfil estabelecido em portarias que sera publicadas em janeiro como também recomendações para as atualizações dos ACS no cnes.

Os parâmetros para os ace serão definidos por numero de imoveis e epidemias de maior agravo como dengue, malaria e leishmaniose e os recursos entrara no teto de vigilância epidemiológica ate atingir o teto de ace ai transforma em assistência financeira complementar.

16 de dezembro de 2014

Britânicos descobrem anticorpo capaz de neutralizar vírus da dengue Anticorpo neutraliza o estado inicial do vírus presente nos mosquitos. Descoberta pode orientar o desenvolvimento de vacinas e tratamentos.

Aedes Aegypti mosquito da dengue (Foto: CDC-GATHANY/PHANIE/AFP)Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue: cientistas descobriram anticorpo capaz de neutralizar o vírus presente nos mosquitos (Foto: CDC-GATHANY/PHANIE/AFP)



Cientistas do Imperial College London descobriram uma nova classe de anticorpos capazes de neutralizar as quatro formas do vírus da dengue, conforme publicou nesta segunda-feira (15) a revista britânica "Nature Immunology".
Este novo tipo de anticorpo descoberto em humanos, que também neutraliza o estado inicial do vírus presente nos mosquitos, poderia orientar o desenvolvimento de vacinas e tratamentos efetivos para combater a doença. A dengue é uma doença transmitida pela picada do mosquito da família Aedes e infecta 400 milhões de pessoas por ano, especialmente nas regiões tropicais e subtropicais do planeta.
Um dos principais problemas que o vírus apresenta é que existem quatro tipos de dengue e ter tido um deles não imuniza a pessoa dos demais. No relatório, a equipe de pesquisadores assinalou que a expansão geográfica da dengue tem aumentado, já que foi registrado um maior número de casos na América Latina e na Austrália, e poderia se estender ao sul da Europa.
O diretor da pesquisa, Gavin Screaton, disse em uma teleconferência com a imprensa que seu grupo já leva mais de dez anos estudando do vírus. Ele destacou que não acredita que a dengue possa ser controlada até que se desenvolva uma vacina.
Para ele, o desenvolvimento de uma vacina poderia levar uma quantidade de tempo "considerável", porque primeiro seria preciso produzi-la e testá-las em modelos não humanos. Com relação a penetração do vírus na América Latina, Screaton afirmou que, apesar de ter "existido países que realizaram boas práticas", estas não evitaram alguns surtos severos.
Segundo Screaton, para prevenir o contágio em grande escala, é preciso "informar à população sobre boas práticas, limpar e não armazenar lixos nas cidades e usar inseticidas".
Para o estudo, a equipe de cientistas analisou 145 mostras de anticorpos de pacientes que foram infectados pelo vírus e desenvolveram um quadro imunológico. Desta forma, encontraram um bom número de anticorpos que são muito efetivos neutralizando o vírus.
Essa descoberta abre a porta ao desenvolvimento de uma futura vacina universal contra a dengue, apesar dos pesquisadores matizarem que ainda é necessário entender a resposta imunológica humana aos contágios naturais e ver qual é sua resposta à vacinação posterior.
Infográfico Dengue (Foto: Arte/G1)

15 de dezembro de 2014

TIME VENCEDOR DO CAMPEONATO DO SERVIDOR O SINDEC, EM SUA MAIORIA DE AGENTES DE COMBATE AS ENDEMIAS


Time campeão em sua maioria de agentes de combate as endemias

Um dia de gols, festa e confraternização. A final do Campeonato de Futebol do Servidor Municipal reuniu servidores, familiares e dirigentes do Sindseps, na Arena Imbuí, em um sábado de sol brilhante.
A decisão de 3º e 4º lugares e as finalíssimas das duas divisões (1ª e 2ª) foram bastantes disputadas e as torcidas vibravam a cada lance.
Valendo pela 2ª divisão, na primeira partida, a equipe da Sedes/Saltur ficou com o terceiro lugar por conta da ausência da equipe do CCZ/SMS. O placar apontou W.O. e a comemoração foi discreta. O título ficou com a equipe da Secis que venceu o time da SMS por 3×1.


A disputa pela 1ª divisão foi mais movimentada com o time da Semge ganhando da equipe do Gabinete do Prefeito por 2×1 e ficando com o terceiro lugar. O destaque da partida foram os dois pênaltis que deram números iniciais à partida. O placar final garantiu a festa dos servidores da pasta da Gestão.
A grande expectativa era pela final que envolvia as equipes do Salvamar e da Sindec. O preparo físico do time dos salva-vidas era o diferencial esperado para o jogo. Na Sindec, o esquema tático do conjunto era a principal arma para tentar o título. Eis que o gol do meia Wagner garantiu o placar mínimo (1-0) e o apito final do arbitro da partida iniciou a festa no gramado.

A comemoração foi garantida pela diretoria do Sindseps e AACES, que marcou presença durante toda a competição com o suporte para as equipes. Todos os participantes estiveram juntos para comemorar o fechamento do campeonato, ao lado dos dirigentes do sindicato.
Os diretores Everaldo Braga, Josué Santana, Enádio “Careca” que também é presidente da AACES, Paulo Roberto diretor da AACES e Bruno Carianha promoveram a confraternização esperada pelos servidores. “Viemos agradecer aos servidores por mais um ano de confiança em nosso trabalho. Tivemos representações de todos os órgãos da administração municipal nesta competição. Ganhar o título é um caminho dos jogos, mas reafirmar os laços de fraternidade é um triunfo ainda maior”, disse o diretor do sindicato, Everaldo Braga.


“Vimos aqui vários exemplos de nossa amizade. A demonstração recíproca de respeito dos guerreiros da Salvamar e da Sindec foi algo que emocionou a todos. Esse sentimento não pode parar e nós do Sindseps, todos os dias continuaremos a fomentar em nossa categoria. Aqui estamos para comemorar junto com aqueles que fazem a cidade ser vencedora”, enfatizou o diretor Bruno Carianha, que disputou a competição pela equipe da FGM.
Fonte: Sindseps

PACIENTE NECESSITA COM URGÊNCIA DE DOAÇÃO DE SANGUE




O paciente   José Guilerme Santos Almeida  necessita urgentemente de doação de qualquer tipo de sangue. Os doadores devem dirigir-se ao HEMOBA.
Doar sangue é doar vida!
Duvidas, contato do responsável é Luis  nosso colega tel 8805-6326






PREFEITO DECRETA PONTO FACULTATIVO PARA OS DIAS 26/12 E 2/15; VEJA NO DIÁRIO



Está no Diário de hoje:  prfeito ACM Neto decreta ponto facultativo para os dias 26 de dezembro e 2 de janeiro. Um descanso merecido para o agente de saúde que tanto luta na prevenção das endemias e m Salvador


Secretario Confirma registro dos ACE no CNES no regime de 40h e desmente boatos

Durante sua fala na audiência dos agentes de saúde (12), o secretário da saúde José Antonio Rodrigues desmente boatos e confirma que cadastro no CNES é no regime de 40 horas e não de 30 como alguns irresponsáveis estavam divulgando por ai, No dia 9/12 já havíamos desmentido essa bravata em uma entrevista feita com Vinicios Alves do NTI o que pode ser reafirmado agora com o gestor da pasta. Agradecemos aos nossos leitores pela credibilidade ao tempo que chamamos a atenção dos agentes de saúde para noticias divulgada em sites ou blogs sem credibilidade que buscam se promover procurando  criar duvidas e contendas no seio da categoria e não traz nada de construtivo.


"Porque não é boa a árvore a que dá maus frutos, nem má árvore a que dá bons frutos. Porquanto cada árvore é conhecida pelo seu fruto. Porque nem os homens colhem figos dos espinheiros, nem dos abrolhos vindimam uvas. O homem bom, do bom tesouro do seu coração tira o bem; e o homem mau, do mau tesouro tira o mal. Porque, do que está cheio o coração, disso é que fala a boca. (Lucas, VI: 43-45).".


veja o vídeo onde o secretario desmente o boato irresponsável 


14 de dezembro de 2014

A TRAPAÇA E A DESONESTIDADE NUNCA VENCE, PARA REFLEXÃO DESTE DOMINGO



Servidor da Saúde e ex agente de combate as endemias é vencedor do Concurso Ideias Inovadoras da Fapesb

vencedor_concurso_fapesb2014
Desenvolvido pelo gerente em pesquisa do NTI, Alex Sandro Correia, o projeto recebeu elogios do prefeito ACM Neto durante sessão especial em homenagem aos ativistas e protetores dos animais na Câmara de Vereadores

Participação social e uso da tecnologia para o monitoramento dos focos e casos de dengue e febre do chikungunya. Esse é o objetivo do projeto "Mosquito Zero", apoiado pala Prefeitura de Salvador e desenvolvido pelo gerente em pesquisa do Núcleo de Tecnologia da Informação da Secretaria da Saúde de Salvador (SMS), Alex Sandro Correia. 
O projeto foi o vencedor do Concurso Ideias Inovadoras da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (Fapesb), na categoria Pós Graduando Lato Sensu e Scricto Sensu. De acordo com o pesquisador, o prêmio amplia a responsabilidade na condução de novos processos dentro da SMS. "Buscamos desenvolver um projeto inovador que favorecesse a interatividade com a população através do auxilio de ferramentas tecnológicas de fácil e rápido acesso, promovendo assim políticas públicas de saúde eficazes para contingência da dengue e febre do chikungunya", comemorou.

Além do apoio da Prefeitura, o Mosquito Zero conta com a assistência do Governo do Estado da Bahia e do Ministério da Saúde.

A premiação aconteceu na tarde da última quinta-feira (11), no auditório do HotelFiesta, e contou com a presença de várias autoridades, entre elas, o ex-governador Roberto Santos.

Em 2013, a Secretaria Municipal da Saúde recebeu o prêmio de melhor tecnologiada informação e comunicação do Brasil no combate à Dengue, durante a 13ª EXPOEPI, que aconteceu em Brasília, com a apresentação do projeto do Sistema Integrado de Zoonoses.

13 de dezembro de 2014

AUDIÊNCIA E PÚBLICA E SESSÃO ESPECIAL MOBILIZAÇÃO MOSTROU A FORÇA DOS AGENTES DE SAÚDE


Agentes de saúde se mobilizam pela regulamentação do piso salarial

Fabíola Mansur e Arnando Lessa realizaram o debate público no Centro Cultural

Agentes comunitários de saúde e de endemias de Salvador lotaram a audiência pública e sessão especial realizada no auditório do Centro Cultural da Câmara Municipal, na manhã desta sexta-feira (12), para homenagear o Dia Municipal do Agente de Saúde, comemorado 13 de dezembro. A vereadora e deputada eleita Fabíola Mansur (PSB) e o vereador Arnando Lessa (PT) promoveram em conjunto o debate e defenderam a mobilização dos trabalhadores para que o piso salarial da categoria seja, enfim, regulamentado.
Apesar de a presidente Dilma Rousseff ter sancionado, em junho de 2014, a lei que estabelece o piso salarial dos agentes de saúde no valor de R$ 1.014,00, a categoria em Salvador ainda não pode comemorar a vitória.

A vereadora Fabíola Mansur, que é médica e vice-presidente da Comissão de Saúde da Câmara, destacou a importância dos trabalhadores para a população de Salvador e reforçou a necessidade da categoria se mobilizar para superar as dificuldades.
“Unidos, somos mais fortes para vencer todos os entraves. Essa luta tem que ser de muitas mãos. Já conseguimos vencer algumas barreiras, mas precisamos avançar ainda mais para alcançarmos o nosso objetivo de regulamentar o piso salarial para esta categoria tão importante”, declarou a deputada estadual eleita, ao lembrar que a primeira sessão em seu mandato como vereadora e também a última sessão especial, enquanto integrante do Legislativo soteropolitano, foi realizada em defesa dos agentes de saúde. 




Para Arnando Lessa, os agentes comunitários de saúde e de endemias só poderão, de fato, comemorar a data da categoria após a regulamentação do piso salarial. “Precisamos garantir as nossas conquistas. Devemos continuar com a fiscalização e recorrer todas as esferas de poder, deputados federais e senadores, para efetivar a regulamentação. Sem dúvidas, juntos seremos muito mais fortes para vencermos mais essa luta”, avaliou Lessa.



Cadastro
O secretário municipal da Saúde, José Antônio Rodrigues Alves, argumentou que a regulamentação do piso salarial “vai muito além” da vontade da Prefeitura de Salvador de valorizar a categoria. O gestor anunciou que os agentes de saúde já conseguiram “uma importante vitória” com o cadastro de todos os 2.082 trabalhadores que atuam em Salvador.
Sobre a regulamentação do piso salarial, Rodrigues Alves alegou que modificações nos critérios adotados pelos tribunais de contas dos municípios e o valor dos repasses do Ministério da Saúde têm inviabilizado que a Prefeitura contemple todos os trabalhadores com o valor sancionado pela presidente Dilma Rousseff. O “esforço do Executivo Municipal” para garantir benefícios reais para a categoria” também foi destacado pelo representante da Secretaria Municipal de Gestão, Josias Filho.


Histórico de lutas
O coordenador de Política Social do Sindicato dos Servidores da Prefeitura de Salvador Sindseps, Enádio Careca e também presidente da AACES, destacou a necessidade da união dos trabalhadores. “São oito anos de luta. Choro e muitas lágrimas derramadas. O que nos une é mais forte do que nos separa”, declarou destacando ainda que “agora temos voz e vez na Assembleia Legislativa da Bahia”, se referindo à deputada eleita Fabíola Mansur, afirmou também que no inicio de Janeiro será realizado uma grande assembleia com indicativo de greve se não não forem sanadas as demandas relacionadas a E.P.I, crachas e fardamento completo.

Encaminhamentos
Foram pensadas soluções conjuntas ao final do evento e ficou decidido que a união entre todas as entidades deve ser fundamental; realização de uma reunião de negociação no início de janeiro junto com a Frente Parlamentar de Saúde da Câmara; Ida ao Tribunal de Contas do Município para a criação de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC); Buscar mais informações sobre o pagamento do incentivo anual que é pago aos agentes; buscar ações e mobilizações para que a LDO seja votada em Brasília; e ampliar os incentivos para avanços na educação, capacitação e valorização da categoria.

Atenção: Confira o edital do programa “Bolsa Educação” onde pagaremos apenas 10% do valor da mensalidade

foto: Jeremias Silva/ARQUIVOLutar é sempre válido para quem tem coragem de enfrentar desafios sem temer oponentes. Quando parecia impossível manter o programa “Bolsa Educação”, a diretoria do Sindseps e da AACES fortaleceu ainda mais a parceria com os servidores. O resultado dessa união fraterna foi a manutenção do benefício e os ajustes nos valores.
Diversas ações foram feitas para manter a mobilização em prol do “Bolsa Educação”. O chão da frente da Semge foi o palco principal desta luta protagonizada pelos trabalhadores e trabalhadoras. Várias reuniões aconteceram com pais e mães preocupados em garantir o futuro das crianças por meio do ensino.
 A edição do Diário Oficial do Município (DOM) nesta sexta-feira (12) traz o Edital de Seleção para concessão de Bolsas de Estudo para a Educação Básica: Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio para o ano de 2015. (clique aqui e aqui para conferir o edital e aqui para baixar a ficha de inscrição.)
“O único patrimônio que deixaremos para nossos filhos é a educação. Lutamos e continuaremos a batalhar para manter esse direito de educar as crianças para formar uma sociedade justa e consciente. O Sindseps foi um instrumento importante para que pudéssemos garantir essa conquista. Estamos orgulhos e felizes por isso. Temos a certeza de que será necessário permanecermos atentos para que ninguém possa interromper o futuro daqueles que tanto amamos”, declarou o diretor da entidade, Everaldo Braga.

Vejam a relação das escolas já credenciadas abaixo:



Ou seja você pode chegar até uma escola e pedir para que a instituição de ensino mais perto de sua casa também possa se cadastrar para seu filho (a) ter direito ao beneficio.

12 de dezembro de 2014

Audiência pública discute implantação do Piso Nacional dos agentes de saúde em Salvador e comemora o dia municipal da classe


sessao_aces

Os agentes de saúde de Salvador protagonizam mais um passo na luta pela implantação do Piso Salarial Nacional. A audiência pública promovida pela Câmara Municipal será o palco desse momento histórico para a categoria.
O evento acontece hoje dia 12 (sexta-feira), às 09h, no Centro Cultural da Câmara de Vereadores. Na oportunidade, uma sessão especial marcará o Dia Municipal do Agente de Saúde de Salvador.
A participação da categoria é importante para o êxito desta discussão. Representantes do Poder Público foram convidados para esclarecer questões relacionadas ao Piso Salarial Nacional.
Fonte: Sindseps


A CÂMARA MUNICIPAL DA CIDADE DE SALVADOR tem a satisfação de convidar V.Exa. a participar da Audiência Pública dos Agentes comunitários de saúde e agentes de combate as endemias, requerida pelo Vereador Arnando Lessa e pela vereadora Fabiola Mansur, para discutir o piso nacional da categoria e para comemorar o dia municipal dos agentes de saúde, a ser realizada no dia 12 de dezembro de 2014, às 09h, no Centro de Cultura da Câmara.
Paço da Câmara Municipal, dezembro de 2014.
Arnando Lessa
1º Secretário
Fabiola Mansur
vice-presidente da comissão de saúde
Convocatória
Participe da Audiência Pública dos ACS e ACE

Com o objetivo de  discutir  acerca do piso nacional dos Agentes Comunitário de Saúde e Agentes de Combate às Endemias,  a  Câmara Municipal de Salvador, por iniciativa do Vereador Arndando Lessa e da vereadora Fabiola Mansur  e dos representantes do SINDSEPS, AACES e SINDACS, realizará  uma Audiênia Pública,  na data  12 de dezembro (sexta-feira), às 9h, no  Centro de Cultura da Câmara.
Tema: Piso Nacional dos ACS e ACE: Pagamento já! e a comemoração do dia municipal do agente de saúde
Objetivos:
1- Debater e esclarecer aos trabalhadores ACS e ACE as discussões que estão acontecendo no Grupo de Trabalho do Ministério da Saúde;
2- Homenagem a data comemorativa do Dia do Agente de Saúde.
Convidados: 
Washington Couto – Secretário Estadual de Saúde
José Antonio Rodrigues Alves – Secretário Municipal de Saúde
Alexandre Pauperio – Secretário Municipal de Gestão
Raul Molina – Presidente do COSEMS ( Conselho Estadual dos Secretários Municipais de Saúde)
Antonio Carlos Magalhães da Silva NETO – DAB (Diretoria da Atenção Básica do Ministério da Saúde)
Drº Rogério Queiroz – MPE (Ministério Público Estadual)
Ricardo Luiz Mendonça – Conselho Estadual de Saúde
Marcos  Antonio Almeida Sampaio – Presidente do Conselho Municipal de Saúde
Jorge Solla – Ex. Secretário de Saúde do Estado da Bahia

Robson Goes – CNTSS (Confederação dos Trabalhadores em Seguridade Social)

11 de dezembro de 2014

HINO DOS AGENTES DE SAÚDE



Toda categoria deve ter seu hino, por isso a direção da AACES lança o dos agentes de saúde para servir de orgulho de uma categoria que era terceirizado e depois de muita luta se tornou servidores públicos, vamos ouvir e gravar porque esse será a nossa palavra de ordem, afinal somos agentes de saúde de atitude.

Hino dos Agentes de Saúde

Somos Guerreiros e guerreiras
De Compromisso com a saúde
Não importa Cor ou crença
Porque somos de atitude

Faço com muito carinho
Faço com  dedicação
Porque faço com amor
A minha profissão


Controlando as doenças
Combatendo as Endemias  (Refrão) 2X
Esse é o nosso lema
Seja noite seja dia.

Com chuva ou com sol
Nossa luta é uma só
Somos agentes de saúde
Que desata  Qualquer nó

Gastando a juventude
No labor do dia a dia
Com o salário defasado
Essa é nossa agonia


Nas trincheiras das batalhas
Conclamamos sem temor
O respeito a nossa classe
O direito e o valor

Controlando as doenças
Combatendo as Endemias  (Refrão)2X
Esse é o nosso lema
Seja noite seja dia.

Agentes de saúde
De atitude
Agentes de saúde
De atitude



Autoria direção da AACES.

PARCELA DO 13o. JÁ ESTÁ EM "LANÇAMENTOS FUTUROS"; VEJA O VALOR


Agentes, a 2a. parcela do 13o. já está em "lançamentos futuros", e o valor da parcela é R$685,16. Portanto, preparem-se para ir às compras e pagar as dívidas.



PUBLICIDADE
Política

Vereadores autorizam reajuste de salários para os agentes de saúde

por
Victor Pinto
Publicada em 10/12/2014 01:24:35
Os agentes de saúde têm o que comemorar esta semana: a Câmara deSalvador também aprovou ontem o aumento de 2,5% de reajuste salarial.
A proposta tentou ser colocada em pauta desde 26 de novembro, porém, não houve acordo, o que só aconteceu na tarde de ontem. Os funcionários públicos, por intermédio do movimento da categoria, a Associação dos Agentes Comunitários e de Endemias de Salvador (AACES), acompanharam a votação de perto no plenário da Casa. A proposição faz parte do PL n° 211/14.
No ensejo da questão, nesta sexta-feira (12), às 9h, no Centro de Cultura da Casa, haverá sessão especial para tratar da implantação do Piso Nacional da Categoria em Salvador, reunião de autoria da vereadora Fabíola Mansur (PSB).
A atividade será realizada em conjunto com uma audiência pública proposta pelo vereador Arnando Lessa (PT), sendo também homenagem ao Dia Municipal do Agente de Saúde, comemorado em 13 de dezembro.
Fabíola destaca o seu orgulho e satisfação em realizar a última sessão especial, da área de saúde, em seu mandato como vereadora, prestando uma homenagem “em reconhecimento e valorização ao esforço destes profissionais que tanto fazem pela saúde em nosso país”.
Ela acrescenta que em seu mandato defendeu a valorização dos agentes de saúde nas mesas de negociação e na aprovação de projetos na Casa Legislativa.

Tribuna da Bahia

10 de dezembro de 2014


Ministério da Saúde recadastra Agentes de Combate às Endemias em todo país

Objetivo é consolidar a base de dados para implementação do piso nacional da categoria, de R$ 1.014, aprovado em junho

ALESSANDRA HORTO


Rio - O Ministério da Saúde vai recadastrar todos os Agentes de Combate às Endemias (ACEs) do país. A meta é conseguir um quadro real da situação funcional e também os atuais vínculosdos servidores em todos os municípios brasileiros.

A preocupação da pasta é consolidar a base de dados para a implementação do piso nacional da categoria, de R$ 1.014, aprovado em junho deste ano. O salário é nacional, mas não será pago automaticamente. Será necessário aguardar medidas administrativas que serão providenciadas por cada prefeitura participante do convênio ‘Estratégia Saúde da Família’.
De acordo com o Sindsprev-RJ (Sindicato dos Trabalhadores Públicos Federais em Saúde e Previdência Social no Rio de Janeiro), o recadastramento dos agentes foi decidido em reunião do Grupo de Trabalho (GT) criado pelo Ministério da Saúde para cuidar exclusivamente da implementação do piso salarial nacional.
Durante o encontro, também ficou definido que a pasta deverá repassar a assistência financeiraaos municípios, de acordo com a Lei 12.994, para os profissionais (Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias) com vínculo direto. Segundo o sindicato, também foi constatado durante a reunião do grupo que mais de 60% dos agentes ainda possuem vínculo funcional precário. 
O critério de atualização do piso ficou indefinido e é alvo de queixa entre os agentes. Pelo texto da Câmara, o piso seria reajustado, a partir de 2015, segundo as regras de atualização do valor do salário mínimo. Já no Senado, a regra caiu, e o Executivo não impôs metodologia de correção. 
A coluna procurou o Ministério da Saúde para detalhar o processo, mas não obteve retorno.

Fonte: O Dia

SESSÃO ESPECIAL DA PROXIMA SEXTA DIA 12/12 ESTÁ NO DIÁRIO OFICIAL


Para visualizar basta Clicar AQUI

13o. SAI SEXTA-FEIRA E SALÁRIO, DIA 24

Segundo o Correio de hoje (10), a Prefeitura de Salvador deve antecipar o 13o. para sexta-feira, dia 12, e o salário, no dia 24 de dezembro. Bom para o servidor que poderá ir às compras mais cedo.

9 de dezembro de 2014

OS AGENTES NÃO VÃO MAIS PREENCHER FORMULÁRIO E DIFERENTE DO QUE ESTÃO DIZENDO SOMOS 40 HORAS

Esclarecimento sobre o cadastramento nacional dos agentes de endemias. Pelo sub-coordenador do NTI.



FINALMENTE APROVADO OS 2,5 DOS AGENTES DE SAÚDE


Depois de muitas idas e idas na câmara de vereadores, hoje finalmente foi aprovado o pl 211/2014 que aumenta a gratificação de competência de 35 para 37,5%, como sempre nossos diretores estiveram na luta para o enfrentamento e hoje não foi diferente. Parabéns aos agentes que tiveram hoje na sede e puderam presenciar de perto nossa luta e somaram conosco a luta na câmara e a todos que estiveram atuando nessa conquista.



...E a luta continua

ESTRATÉGIA DA AACES FOI ACEITA, E OS AGENTES NÃO VÃO MAIS PREENCHER FORMULÁRIO

Na última reunião do Grupo de Trabalho (GT) do Ministério da Saúde responsável por apresentar propostas para a regulamentação da Lei 12.994, foi deliberado que só os agentes registrados no Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES) receberão o piso nacional. Sendo assim, as prefeituras têm até um ano para fazer a regularização dos seus agentes e terem direito à verba.
Preocupados com essa situação, os diretores Josué e Ubiraci (Bira), no dia 1o. de dezembro, foram até à Secretaria Municipal da Saúde (SMS) para verificar qual era a real situação dos agentes de combate às endemias de Salvador junto ao CNES. Chegando lá, foram informados pela responsável do C.R.A, Sra. Saionora, de que, dos 1402 ACEs que preencheram o formulário, apenas 488 tinham sido digitados e alguns estavam com pendências devido ao preenchimento incorreto. Isso significava dizer que aproximadamente 912 agentes não tinham sido lançado ainda no sistema do Ministério da Saúde e mas de 300 sequer tiveram acesso ao formulário. Justificando a negligência, a Sra. Saionara disse que, desde que foram recolhidos os formulários (2013), a SMS não disponibilizou um técnico para que a digitação fosse concluída. Além disso, foi informado também que o Ministério da Saúde já havia emitido um comunicado em que dizia que foi criado um Código Brasileiro de Ocupação (CBO) provisório para os trabalhadores (51.5120 , cuja nomenclatura é Visitador Sanitário), com o qual os ACEs deveriam ser cadastrados no CNES.
 VInicios (NTI) Josué e Dea(AACES/SINDSEPS) Pedro(CCZ) 
Com essa informação, os diretores foram ao NTI(Nucléo de Tecnologia da Informação) e fizeram a proposta de cruzamento de dados. O responsável pelo setor, Júnior, disse ser possível, mas pediu tempo para dar uma resposta. Por causa disso, a Associação dos Agentes Comunitários e de Endemias de Salvador - BA  (Aaces) convocou os trabalhadores para que preenchessem o formulário, o qual depois seria enviado à SMS para que o servidor fosse cadastrado no CNES. Essa atitude da Aaces foi meramente preventiva, porque ainda não se tinha uma resposta concreta da SMS, como já foi afirmado acima.
 Hoje (9), para a felicidade da categoria,  os diretores Josué e Bira receberam a informação do NTI de que o cruzamento foi feito, portanto nenhum ACEs precisará fazer mais o preenchimento do formulário. Foi Confirmado também que a carga horária lançada no CNES é a do contracheque, isto é, a de 40h.
Isso só prova o compromisso da Aaces em defender os direitos dos agentes de saúde. Desse modo,  a Associação não fica presa à especulação, mas a atitudes concretas e efetivas de luta para beneficiar esses honrosos e valorosos servidores da saúde. Ainda agradece a valiosa contribuição do Sindicato dos Servidores da Prefeitura do Salvador (Sindseps) e a toda categoria que sempre acredita na luta dessa entidade.