10 de março de 2014

AACES REPUDIA O MERDIALISTA QUE FALOU EM DAR PORRADA NOS AGENTES DE SAÚDE

Ele está pensando que tá nos velhos tempos
                       

O PIOR PREFEITO QUE SALVADOR JÁ TEVE! QUE MORAL ELE TEM ?

Mario frustrado quertz, incomodado chama os agentes de sacana e fala até em dar porrada nos trabalhadores que fizeram uma mobilização ordeira e pacifica no iguatemi há um tempo atrás, é muito fácil pra ele que ganha milhões falando mal dos outros, ele como se acha, deve ter esquecido que o ditadura militar já acabou, tenha vergonha na cara e respeite os trabalhadores que indiretamente já deve ter salvado sua vida, porque o mosquito da dengue é democrático ele pica o rico também.
Em comentário sobre a manifestação dos agentes de saúde, Mario Kertész diz que se Salvador tivesse governo os agentes tomavam porrada!

8 comentários:

  1. Tal nivel de comentário só poderia partir de um CARLISTA que ainda sonha com os dias dde "realeza" . Acorda Mario, vc não está vendo que o tipo de "jornalismo" farcista que vc acredita ainda estar em alta já esta mais que ultrapassado?
    Vc. deveria tomar um "cursinho" de noções básicas de comunicação e publicidade, (daqueles que se menistra em qualquer esquina, já está de bom tamanho para sua capacidade intelectual- animalesca!).
    Vc está achando que vai ficar pra semente , seu ditadorzinho? vc ainda vai ser merda de verme....

    Seu comentário só demonstra sua falta de informação ao que atualmente se denomina estratégias de uma "medicina preventiva".

    Mais barata para os cofres publicos e muito mais efetiva para os controle das diversas endemias as quais o povo ( vou chamar "população" para que vc. possa se "sentir" incluido!)estar em contato "diariamente".

    Na sua residencia tem saneamentoo, é cla ro...mas na cidade em que vc. mora ainda existem diversas pesssoas que vivem em situações muito precárias sem um mínimo desaneamento... nada de básico. Estas pessoas adiquirem doenças e compartilham o mesmo ar que vc. "que pena, não é mesmo..." Se vc pudesse decidir ... com sua sabedoria ditatorial milenar, daria fim em todo e qualquer ser humanao "vagabundo que não gosta é de trabalhar"... Mas olha... se os politicos se resquardam da democracia, a lei natural da coisas coloca tudo em seus devidos lugares... Olha o "inssignificante mosquitinho" que transmite a doença da dengue democratizando a saúde, ou melhor a doença e a morte.
    Mais mesmo assim vc ainda acha que as suas entrevistinhas está salvando a "população" da sombra da ignorancia... Seus comentários só fazem elevar o seu ego... se um dis vc tiver alguém que realmente seja seu amigo ele irá te dizer o quanto suas ideias são ultrapassadas e o quanto vc tenta "impor" seu ponto de vista a qualquer preço... Arrogante, violento e prepotente são os seus comentários... Infeliz é a sua obra!

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  3. Esse é uma das crias de ACM. Era o maior puxa-saco do chefe, depois brigaram e ACM o botou para escanteio. Mas herdou a truculência do padrinho. Será que ele ainda lembra do "bonde moderno", que ele disse que iria implantar em Salvador? Não fez nada, deu um prejuízo enorme à cidade e deixou um monte de porcarias pela cidade. É um sem-vergonha e demagogo.

    ResponderExcluir
  4. josué disse...
    ESSE CAMARADA QUE TÁ CONDECORANDO ELE AÍ FOI(segundo os jornais da epoca) O RESPONSAVEL PELA ORDEM DE IVASÃO A UFBA PELA TROPA DE CHOQUE HÁ 10 ANOS QUANDO CESAR BORGES ERA GOVERNADOR,QUE POR SINAL FOI O MESMO QUE EM 1979 INDICOU MARIO KERTESZ COMO PREFEITO *BIÔNICO EM SEU SEGUNDO MANDATO.
    *CARGO BIÔNICO=>Cargos biônicos são aqueles cujos titulares foram investidos mediante a ausência de sufrágio universal e cujo parâmetro para escolha era a sanção das autoridades de Brasília nos tempos da Ditadura Militar de 1964 ao longo das décadas de 1960, 1970 e 1980. Tal centralismo foi adotado para garantir a continuidade do regime e impedir que os objetivos traçados pelos militares fossem alvo de sedições políticas. Na prática, as regiões sob o jugo de governadores e prefeitos biônicos não possuíam autonomia política visto que as decisões de relevo vinham do governo central, o que diminuia a influência das forças políticas locais. Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. portanto a origem não nega, esse camarada foi criado no meio da ditadura. . Ô CARA, VC TÁ NO PAÍS ERRADO, SEU SUGAR É NA LIBÍA COM KADAF, OU VENEZUELA COM CHAVEZ.

    ResponderExcluir
  5. Pessos como ele não merece nossa atenção.

    ResponderExcluir
  6. Entendo e respeito a revolta dos colegas. Mas, peço que deixemos de lado este fato ocorrido.
    Este senhor não representa nada em nossas vidas, e não está incluso em nossa pauta de reivindicações. Portanto, não percamos tempo com quem já está sendo engolido pelo próprio tempo.

    ResponderExcluir
  7. Bom dia caros colegas,
    Gostaria de lembrar aos senhores, com a reportagem abaixo, que o Sr. Mario Kertesz não ira se sensibilizar com a nossa causa de obter um salário justo e melhor, pois o mesmo é um empresário cujo seus negócios falam em milhões ou tratam de milhões, pena e que escândalos como esse no Brasil torna-se inexplicável e esquecido, a mídia não comenta mais tal escândalo, mas ainda esta na cabeça de alguns baianos. Talvez o que irritou o radialista e ter ficado no engarrafamento e ter se atrasado para alguma reunião importante, alias agenda do mesmo deve ser muito cheia.
    “Perguntar não ofende”: Qual a construtora que ira executar a obra do transporte BRT Odebrecht, OAS ou talvez as duas?
    Escutas telefônicas revelam disputa por obra de R$ 628 milhões
    A TARDE teve acesso, através de três fontes diferentes, a processo de 1.030 páginas do Serviço de Inteligência da Secretaria da Segurança. Escutas telefônicas da Operação Expresso autorizadas pela Justiça apontam para uma briga, nos bastidores, entre empresários de ônibus e as construtoras Odebrecht e OAS pela execução e gestão do projeto de vias exclusivas para ônibus em Salvador. Os dois grupos disputaram a obra de autoria da prefeitura, orçada em R$ 628 milhões, antes mesmo de ser lançada a licitação.
    As investigações registram diálogos de Carlos Eduardo Villares Barral, coordenador do Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo de Salvador (Setps), com empresários e autoridades, como o ministro Geddel Vieira. Investigado na Operação por suspeita de envolvimento no esquema de propina na Agência Estadual de Regulação (Agerba), Barral foi flagrado em pelo menos 16 escutas telefônicas, articulando a disputa para ganhar o projeto.
    Nas gravações, o advogado pede ajuda ao ministro Geddel Vieira Lima e ao radialista Mário Kertész, na disputa com a OAS e a Odebrecht. Dono da Rádio Metrópole, Kertész mantém relações com Barral desde que comprou do advogado o antigo Jornal da Bahia, em 1990. O contato com Geddel seria uma tentativa de Barral buscar apoio político, de acordo com o inquérito policial.
    Fonte Jornal ATARDE: 24/01/2010 às 03:34 | ATUALIZADA EM: 24/01/2010 às 15:20 |

    ResponderExcluir
  8. Gostaria de pedir aos diretores coloque uma matéria sobre este escândalo onde envolve o nome de Mario Kertesz, para ele aprender a não se meter onde não e chamado, aliais “Quem tem telhado de vidro não atira pedra no vizinho”
    Escutas telefônicas revelam disputa por obra de R$ 628 milhões
    A TARDE teve acesso, através de três fontes diferentes, a processo de 1.030 páginas do Serviço de Inteligência da Secretaria da Segurança. Escutas telefônicas da Operação Expresso autorizadas pela Justiça apontam para uma briga, nos bastidores, entre empresários de ônibus e as construtoras Odebrecht e OAS pela execução e gestão do projeto de vias exclusivas para ônibus em Salvador. Os dois grupos disputaram a obra de autoria da prefeitura, orçada em R$ 628 milhões, antes mesmo de ser lançada a licitação.
    As investigações registram diálogos de Carlos Eduardo Villares Barral, coordenador do Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo de Salvador (Setps), com empresários e autoridades, como o ministro Geddel Vieira. Investigado na Operação por suspeita de envolvimento no esquema de propina na Agência Estadual de Regulação (Agerba), Barral foi flagrado em pelo menos 16 escutas telefônicas, articulando a disputa para ganhar o projeto.
    Nas gravações, o advogado pede ajuda ao ministro Geddel Vieira Lima e ao radialista Mário Kertész, na disputa com a OAS e a Odebrecht. Dono da Rádio Metrópole, Kertész mantém relações com Barral desde que comprou do advogado o antigo Jornal da Bahia, em 1990. O contato com Geddel seria uma tentativa de Barral buscar apoio político, de acordo com o inquérito policial.
    Fonte Jornal ATARDE: 24/01/2010 às 03:34 | ATUALIZADA EM: 24/01/2010 às 15:20 |

    ResponderExcluir

Nunca diga para os outros, aquilo que não gostaria de ouvir